A pitaya é saudável e pode auxiliar em dietas para perda de peso

A fruta tem muitas vitaminas, fibras e ferro. Contribui para a sensação de saciedade e ajuda a regular a pressão arterial

Rachen Buosa / EyeEm, Getty ImagesRachen Buosa / EyeEm, Getty Images

atualizado 21/02/2019 22:01

A pitaya é saborosa e supersaudável. Por ter ação termogênica, ela acelera o metabolismo e estimula a sensação de saciedade. Isso, consequentemente, pode contribuir para a perda de peso. A fruta contém vitaminas, fibras, ferro e bastante água, que regula a pressão arterial do corpo.

Não é por acaso que a casca da pitaya lembra um cacto. Os gomos irregulares são oriundos de um tipo de cacto da família dos cactos epífitos. No Brasil, seu período de safra é em dezembro, mas a fruta também é cultivada no resto da América do Sul, em Israel e na China, por isso não é difícil encontrá-la em supermercados. São três variações da fruta: a vermelha por fora e rosa avermelhada por dentro; a amarela, que tem casca de mesma cor e é branca por dentro; e, por fim, a com casca rosa e branca por dentro.

A nutricionista esportiva Marina Torinelli acredita que o aspecto meio rústico da fruta pode acabar assustando à primeira vista, mas ainda assim vale provar o alimento. “A polpa é superbenéfica para a saúde, mas tem que ser consumida com as sementes”, orienta. Segundo a profissional, as sementes são ricas em ácido linoleico (gorduras boas).

Para quem deseja emagrecer, a pitaya tem ainda uma substância chamada de tiramina, que ativa um hormônio no organismo chamado glucagon, estimulando o corpo a utilizar as reservas de açúcar e gordura e transformá-las em energia.

Não há contraindicação para o consumo. Segundo Marina, no entanto, o preço é um fator limitante para incluí-la definitivamente nos cardápios.

(Com informações do portal Tua Saúde)

Últimas notícias