Vídeo com 467 parabéns substitui tradicional bolo de aniversário de SP

Tradicional bolo do Bixiga ganhou versão virtual e saudosa; organizadores fizeram um minuto de silêncio na rua pelas vítimas da pandemia

atualizado 05/02/2021 19:36

Arquivo pessoal

 São Paulo – No aniversário de 467 anos de São Paulo, saúde foi o desejo mais veemente de um vídeo de parabéns com 467 depoimentos de apaixonados pela capital paulista e moradores do Bixiga, bairro do centro de São Paulo.

A ação substituiu o tradicional bolo do Bixiga, conhecido nacionalmente por seu comprimento —representando em metros a idade centenária da capital— e pela rapidez com que a iguaria some nas mãos (e estômagos) da população.

 

Anônimos e famosos

No vídeo, se misturam bolos de anônimos e depoimentos de famosos, como o da atriz e cineasta Bárbara Paz, da cantora Ná Ozzetti e do secretário municipal de Cultura, Alê Youssef.

Com o agravamento do número de casos e mortes, a realização do evento na forma tradicional se tornou impossível. “Foi então que convocamos a comunidade do bairro e todos os moradores da cidade a contribuírem com a construção desse ícone da cidade”, afirma Thais Taverna, cineasta e produtora da Festa do Bolo do Bixiga desde 2017.

Thais é neta de Walter Taverna. O senhor de 87 anos foi quem iniciou a festa, em 1986. A celebração ficou famosa pelas imagens da população aglomerada nos quarteirões da Rua Rui Barbosa, onde o bolo sumia em segundos.

0
História

Não é a primeira vez que a festa deixa de acontecer. Em 2008, uma guerra de restos de bolo transmitida pela TV pegou mal, fazendo com que a celebração perdesse os patrocinadores, que pagavam uma conta de cerca de R$ 100 mil, na época.

A festa voltou em 2017 em novo formato, com a distribuição do bolo em pedaços, acabando com as cenas de bagunça, o que deixou o senhor Taverna um pouco desgostoso. Ele gostava daquela alegria.

Em 2021, a interrupção foi por conta da pandemia. Com corpo debilitado, mas bem de saúde, Walter Taverna e família, além de apoiadores, foram à mesma Rua Rui Barbosa, onde, nos anos anteriores houve enorme festa, manifestar pesar pelas pessoas que sofrem com a pandemia.

“O bolo é só um pretexto, o aniversariante sempre deseja as palavras e os abraços. É nesse pilar que nos fortificamos para seguir lutando”, declarou Thais Taverna, esperançosa de que no ano que vem será diferente.

Últimas notícias