Cidades do interior de SP driblam restrições da fase vermelha da quarentena

Em Bauru, comércio está aberto. Prefeitos da região de Sorocaba buscam reclassificação para fase laranja ainda nesta semana

atualizado 05/02/2021 19:36

São Paulo – Ao menos duas cidades da região de Sorocaba e a cidade de Bauru adaptaram a fase vermelha do Plano São Paulo, tornando a quarentena mais branda, incluindo o funcionamento de serviços não essenciais.

A região de Bauru e Sorocaba, assim como as regiões de Barretos, Franca, Marília, Presidente Prudente e Taubaté, está na fase vermelha do conjunto de regras estaduais e, portanto, as cidades não poderiam permitir a abertura do comércio em geral, assim como bares, restaurantes, academias e salões de beleza.

Na noite de domingo (24/1), a prefeita de Bauru, Suéllen Rosim (Patriota), apenas proibiu festas, eventos e buffets. Serviços não essenciais poderão funcionar por 10 horas diárias, com 30% da capacidade.

“A prefeitura quer preservar a vida de todos e também manter de forma responsável as atividades econômicas e os empregos. A população deve estar consciente do momento que vivemos. Além disso, estamos ampliando a fiscalização, e seguimos lutando por mais leitos hospitalares públicos para o nosso município”, afirmou a prefeita.

Na região de Sorocaba, Piedade também permitiu abertura do comércio até as 20h. Já Aracariguama permite a abertura do comércio até nos fins de semana.

As cidades representam a insatisfação da região com sua classificação na fase vermelha. Na noite de domingo (24/1), o prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos), reuniu os prefeitos dos 16 municípios da região em uma reunião urgente. Criaram a Comissão Especial da Região Metropolitana de Sorocaba, que visa obter uma flexibilização da quarentena para a região.

0

Segundo a comissão, a região tem média de ocupação de leitos de 77%. Segundo um critério antigo do governo estadual, essa taxa seria classificada como fase laranja. Mas o critério foi reformulado e o governo estadual de São Paulo agora exige uma taxa menor que 75%.

A Comissão de Sorocaba se reuniu na manhã desta segunda (25/1) com o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi, e segundo Rodrigo Manga, foi um encontro positivo.

“Saímos vitoriosos dessa reunião em São Paulo. Apresentamos documentações que mostram que Sorocaba pode retornar à fase Laranja do Plano São Paulo, com muita responsabilidade. O secretário estadual e sua equipe vão analisar esse material, e aguardamos por uma decisão positiva ainda nesta semana”, afirmou Manga.

Protesto em Ubatuba

No litoral, comerciantes de Ubatuba fizeram um protesto contra a classificação da cidade na fase vermelha nesta segunda. Os manifestantes fecharam as entradas e saídas da cidade para demonstrar a insatisfação com as medidas. Em faixas e discursos, eles afirmaram que, financeiramente, já não têm mais condições de ficar com as lojas fechadas.

0

De acordo com os comerciantes, a manifestação é contra o fechamento de quiosques, bares e restaurantes durante o período de alta temporada, quando o movimento no turismo é maior. Eles alegam, ainda, que este o segundo fechamento compulsório dos estabelecimentos desde o início da pandemia, o que agravará a crise financeira da região.

Últimas notícias