*
 

Uma mulher resolveu mudar os hábitos de seu filho mais velho, de 13 anos, ao constatar que ele vinha fazendo uma série de comentários machistas. De acordo com a microempresária Gracy Izaú, de 31 anos, o menino disse que “lavar louça é coisa de mulher e que homem não tem obrigação de fazer serviços domésticos”. Ela, então, resolveu ensinar uma lição ao garoto, e o mandou já para a pia.

Ficou determinado, a partir daquele momento, que ele seria o “lavador oficial” das louças da casa. E o caçula também não fugiu das novas atribuições. É dele a obrigação de recolher a louça que fica na mesa após as refeições.

“Estava fazendo o jantar e meu marido estava fazendo outras tarefas. Meu filho reclamou que estava com fome e que o jantar estava demorando. Aí eu falei para ele que, se ele lavasse as louças, o jantar sairia mais rápido. E aí ele soltou a pérola. Foi quando tomamos a decisão”, disse Gracy ao jornal Extra.

Apesar da resistência do filho, ela se manteve firme e forte na decisão. “Na hora ele achou que era brincadeira. Mas eu fui incisiva com ele. ‘Sim, você vai fazer. Essa tarefa é sua’. Então, ele questionou ‘e meu irmão? Ele é pequeno e não faz?’. Então, dei outra tarefa ao menor. Ele não aceitou de cara, mas lavou e lavou muito bem, viu?”, declarou.

Ao postar o caso nas redes sociais, Gracy foi elogiada e o post viralizou, tendo mais de 2.600 compartilhamentos. Para ela, a atitude não teve como objetivo punir os filhos, e sim conscientizá-los para que se tornem homens mais conscientes. “Sei que minhas noras me agradecerão no futuro”, acrescentou.

 

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação

Leia mais: Tá