*
 

Giovani Soares, morador do Rio de Janeiro, fez um protesto bem humorado na cidade. O marinheiro de 53 anos não aguenta mais esperar por uma indenização de acidente de trânsito e decidiu colocar  um esqueleto atrás do volante e estacionou seu carro na rua Dr. Xavier Sigaud, na Urca, como conta a coluna do Alcemo Gois, d’O Globo.

A mensagem é clara: “Esperei tanto que virei esqueleto”. Há três anos, um veículo da Aeronáutica bateu no seu ômega 1998, dando perda total no carro. A indenização está entre R$ 8 e 9 mil, mas Giovani não viu nem sombra do dinheiro até agora.

A parceira no protesto se chama Stela, e é um esqueleto verdadeiro que ficava em uma faculdade, segundo Giovani. O marinheiro vive em um barco ancorado na Urca.