Coronavírus: família compra 2,3 mil rolos de papel por engano

Um erro na hora do pedido on-line fez com que eles recebessem em casa 48 caixas do produto em vez de uma caixa com 48 rolos

Uma família australiana construiu um “trono” com milhares de rolos de papel higiênico que eles compraram por engano pouco antes da crise instaurada no país por conta do novo coronavírus, o Covid-19. Em várias lojas do país, as prateleiras seguem vazias depois que os moradores passaram a estocar todo tipo de produto em meio à epidemia da doença.

Em imagens postadas nas redes sociais, Haidee Janetzki aparece sendo “coroada” como a “rainha do trono de papel higiênico”. Um erro na hora do pedido on-line fez com que eles recebessem em casa, na cidade de Toowomba, em Darling Downs, Queensland, 48 caixas do produto em vez de uma caixa com 48 rolos.

1/16
Uma família na Austrália comprou acidentalmente 2,3 mil rolos de papel higiênico em meio à pandemia de coronavírus
Em imagens postadas nas rede sociais, Haidee Janetzki aparece sendo "coroada" como a rainha do trono de papel higiênico
Eles receberam as caixas de papel higiênico em meio ao desabastecimento de produtos nos comércios da Austrália
Vídeos divulgados nas redes sociais mostraram o pátio do local mais sagrado do Islã em Meca, na Arábia Saudita, completamente deserto por conta da epidemia
Com medo de serem contaminadas pelo novo vírus, as pessoas passaram a usar camisinhas para apertar botões de elevadores
A pandemia de coronavírus provocou correrias a supermercados e farmácias, onde as pessoas esgotaram alguns produtos
Fotos de pessoas apertando botões de elevadores com camisinhas viralizaram
No início da pandemia, rolos de papel higiênico ficaram em falta em vários supermercados do mundo
Moradores estão estocando itens de todo tipo
Pessoas em Cingapura e na Austrália estão estocando itens básicos por receio do coronavírus
Navio Diamond Princess, um dos primeiros focos de coronavírus fora da China, foi isolado em porto do Japão após casos confirmados
Pangolim é apontado como hospedeiro intermediário do novo coronavírus
Funcionários de uma funerária se desinfetam depois de lidar com o corpo de uma pessoa que morreu em decorrência do coronavírus
Trabalhador de equipe médica caminha pelas ruas de Wuhan, na China
Mulher usa máscara no mercado de Huanan, em Wuhan, o centro da epidemia de coronavírus. O local está interditado
Em Pequim, uma mulher usa máscara e óculos de sol para se proteger do coronavírus

A entrega deles ocorreu antes mesmo das lojas da cidade receberem as cargas do item.

Segundo o jornal 7NEWS, Haidee contou que no momento em que fazia a compra pelo site, ela digitou no campo “quantidade” o número 48 pensando que se tratava da quantidade de rolos, não de caixas.

A surpresa ocorreu no momento da entrega, no início de fevereiro, quando o caminhão da empresa parou em frente a casa da família Janetzki. Na fatura do cartão ela viu a despesa de cerca de US$ 3.260 (aproximadamente R$ 15.176,93). Eles estimam que a quantidade seja suficiente para durar cerca de 12 anos.

A família comenta que foi ridicularizada por amigos, mas agora são eles que riem, pois estão rodeados pelo produto de maior demanda na Austrália.