Mãe é esquartejada pela própria filha após pagar para “tirar demônio” dela

Pessoas próximas à vítima afirmaram que a jovem já havia feito diversas ameaças de morte contra a família

atualizado 01/12/2020 16:56

Rita e JessicaReprodução

A jovem Jessica Camilleri, de 27 anos, está sendo julgada após o assassinato brutal da própria mãe, Rita, que foi esfaqueada mais de 100 vezes, decapitada e esquartejada, de acordo com o site Aventuras na História.

Segundo a publicação, a moradora da Austrália acionou o serviço de emergência logo após o crime. As autoridades a encontraram coberta de sangue e com uma garrafa de água nas mãos.

0

Na sequência, a polícia localizou a cabeça de Rita próxima à casa de um vizinho da família. Conforme pessoas próximas à vítima, Jessica já havia feito diversas ameaças de morte contra os parentes.

Por conta do comportamento, a mãe teria pago cerca de 25 mil dólares (equivalente a R$ 130 mil) a uma “comunicadora espiritual”. A médium teria prometido “tirar um demônio do corpo da jovem” por meio de um exorcismo.

A sessão, no entanto, nunca ocorreu. No tribunal, o advogado de Jessica informou que ela cometeu o assassinato em decorrência de suas condições mentais. A australiana é diagnosticada com Transtorno de Déficit de Atenção e dislexia.

Ao juiz, Jessica se declarou inocente das acusações e afirmou ter agido em legítima defesa. Segundo ela, Rita teria partido para cima dela primeiro a fim de esfaqueá-la.

Últimas notícias