“Morri porque matei um inocente”, diz bilhete ao lado de corpo

Clevis da Silva, de 16 anos, foi morto em plena luz do dia, em via pública, no meio-feio da avenida Brasil

atualizado 27/01/2020 18:18

Disparo atingiu o peito da vítimaiStock/Foto ilustrativa

Um bilhete escrito em um papelão bastante sujo de sangue foi encontrado junto ao corpo de Clevis da Silva, de 16 anos, e pode ser uma pista da motivação do assassinato. Clevis foi morto em plena luz do dia, em via pública, no meio-feio da avenida Brasil, na Compensa, no início da tarde desta segunda-feira (27/01/2020).

Segundo informações de testemunhas no local, um carro de características ignoradas teria parado ali próximo, alguns homens tirado Clevis do porta-malas levado até a calçado e efetuado diversos tiros. Quando as autoridades e curiosos chegaram perto, o papelão sujo de sangue foi visto.

Leia a reportagem completa no site Manaus Alerta, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias