Texas proíbe que empresas exijam certificado de vacinação de funcionários

Medida vai contra os planos de Joe Biden, que pressiona o setor privado a contribuir para o aumento dos índices de vacinação nos EUA

atualizado 11/10/2021 22:36

Reprodução/Facebook

O governador do Texas, Greg Abott, assinou nesta segunda-feira (11/10) uma ordem executiva que proíbe as empresas do estado de exigirem de seus funcionários ou clientes certificados de vacinação contra a Covid-19.

Abott, que é do Partido Republicano, também pediu ao Legislativo do estado que aprove uma lei barrando a prática. As informações são do Texas Tribune.

O anúncio vai contra os planos do presidente dos EUA, Joe Biden, que pressiona o setor privado a contribuir para o aumento dos índices de vacinação no país.

Em setembro, Biden pediu que todos os empregadores com mais de 100 trabalhadores determinem a vacinação de seus funcionários ou testem para o coronavírus semanalmente.

“Em mais uma instância de exagero do governo federal, a administração Biden está agora intimidando muitas entidades privadas a imporem certificados de vacinação contra Covid-19, causando interrupções na força de trabalho que ameaçam a recuperação econômica do Texas após o desastre do coronavírus”, disse Abbott. O governador do Texas afirmou que “a vacinação é profundamente encorajada a todos que possam receber as doses”, mas que a imunização “deve ser sempre feita de maneira voluntária”.

No Texas, 52% da população está completamente imunizada contra o coronavírus.

Últimas notícias