Em uma semana, dobra o número de mortes por coronavírus no mundo

Dados da Organização Mundial da Saúde mostram curva com grande crescimento de óbitos em decorrência da Covid-19

Enquanto a China vê a quantidade diária de vítimas do coronavírus reduzir consideravelmente, outras potências mundiais enfrentam o crescimento acelerado de mortes pela Covid-19. Nessa sexta-feira (27/03), a Itália teve o maior número de óbitos registrados em um só dia, 919, enquanto a Espanha superou a China.

Os espanhóis contabilizam 4.089 mortos no total. A média do país, nos últimos 10 dias, é de 347,22 óbitos/dia. Na Itália, esse índice é de 555,78 vítimas a cada 24 horas. Na sequência, aparecem Irã (136), França (131,44) e Estados Unidos (91,78). No gráfico abaixo, é possível observar a curva diária em cada uma das nações.

O número de mortes mais do que dobrou na última semana. Em 20 de março, eram 9.840 casos fatais. Nessa sexta (27/03), a conta chegou a 23.335 vítimas – um crescimento de 137%. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os dados publicados pela OMS nessa sexta ainda não contabilizavam todos os 9.153 casos da Itália. No último boletim da entidade internacional, eram 8.165 mortes. O mesmo acontece para outros países. Isso ocorre porque há uma espécie de “delay” na comunicação entre as nações e a organização.

Os dois gráficos abaixo mostram o crescimento do total do número de mortes nos 10 países com a maior quantidade de casos. O primeiro está em escala logarítmica, que apresenta o aumento exponencial dos dados, enquanto o segundo está na escala linear, mais comumente usada.