*
 

A Turquia anunciou a interrupção de todas as discussões de alto nível na esfera política com a Holanda, após a decisão do governo holandês de impedir que dois ministros turcos fizessem campanha no país. O vice-premiê turco, Numan Kurtulmus, disse em entrevista coletiva após a reunião semanal do gabinete que Ancara também fechou seu espaço aéreo para diplomatas turcos até que a Holanda atenda suas exigências.

Kurtulmus afirmou também que o embaixador holandês na Turquia, que estava em viagem quando começou a crise, não terá permissão para voltar. A autoridade disse que o governo turco planeja aconselhar o Parlamento a se retirar de um grupo bilateral de amizade.

Kurtulmus afirmou que as sanções políticas valerão até que a Holanda dê passos para “reparar” suas ações. “Há uma crise e uma muito profunda. Nós não criamos esta crise nem trouxemos ela para esse estágio”, disse o vice-premiê.

A crise começou após a Holanda impedir que dois ministros turcos participassem de um comício sobre um referendo em 16 de abril que pode dar mais poderes ao presidente do país, Recep Tayyip Erdogan. Ancara desejava a presença dos ministros para tratar do tema para a comunidade turca que vive na Holanda. Fonte: Associated Press.

 

 

COMENTE

Holandacriseturquiasanções
comunicar erro à redação

Leia mais: Política