Polícia de Portugal intercepta jatinho brasileiro com R$ 40 mi em cocaína

A Operação White-wing identificou que traficantes compraram a aeronave apenas com o objetivo de transportar drogas ilícitas para a Europa

atualizado 15/10/2020 17:24

operação White wingDivulgação/ Polícia Judiciária de Portugal

A Polícia Judiciária de Portugal interceptou um jatinho de origem brasileira com mais de 170 kg de cocaína, avaliada em 6 milhões de euros, o equivalente a aproximadamente R$ 40 milhões, no aeroporto de Lisboa. Segundo informações das autoridades locais, três brasileiros e dois portugueses foram detidos.

Os suspeitos brasileiros foram presos, mas os dois portugueses vão aguardar o processo em casa, de acordo com o coordenador da polícia, Rui Costa, em entrevista à emissora estatal RTP. “Estamos em plena cooperação com as autoridades brasileiras e sabemos que uma das pessoas já tinha antecedentes por outros tipos de crime”, afirmou.

A Operação White-wing (asa branca, em inglês) identificou que a rede internacional de traficantes havia comprado a aeronave apenas com o objetivo de transportar drogas ilícitas para a Europa, usando viagens de luxo como disfarce.

Os traficantes fingiam ser viajantes executivos e já teriam realizado várias vezes o mesmo trajeto, partindo do Brasil com destino a Portugal, com carregamento de drogas. Segundo Sousa, os cinco homens podem pertencer a uma organização maior.

Operação

Foi a primeira vez que a polícia apreendeu um avião durante uma operação contra o comércio ilegal de drogas no país. A carga apreendida na ação policial portuguesa seria o equivalente a 1,7 milhão de doses de cocaína.

A prisão dos traficantes ocorreu no dia 1º de outubro, mas só foi divulgada nesta semana pelas autoridades. As investigações apontam que, apesar das prisões, a quadrilha segue praticando crimes.

Últimas notícias