Pela 1ª vez, China afirma não ter registrado novos casos de Covid-19

A doença apareceu no final de 2019 em Wuhan, mas os casos diminuíram drasticamente desde o pico de meados de fevereiro

A China não registrou novos casos de contágio por coronavírus, causador da Covid-19, pela primeira vez desde que o país começou a publicar dados sobre a epidemia, em janeiro deste ano.

Segundo autoridades sanitárias do país,  a Covid-19 está controlada. As informações foram divulgadas neste sábado (23/05).

A doença apareceu no final de 2019 em Wuhan, mas os casos diminuíram drasticamente desde o pico de meados de fevereiro.

“Alcançamos grande sucesso estratégico em nossa resposta à Covid-19”, afirmou o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, nessa sexta-feira (22/05), durante na abertura da sessão plenária do Congresso Nacional do Povo (ANP).

De acordo com o último balanço, a China tem quase 83 mil casos de contágio e 4,6 mil mortes. A pandemia se espalhou para o resto do mundo, infectando mais de 5 milhões de pessoas, das quais quase 330.000 morreram.

O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusa as autoridades chinesas de terem demorado a alertar o mundo sobre a epidemia e esconder sua escala.

1/11
Máscaras de proteção contra o coronavírus
O uso de máscara evita o contágio pelo novo coronavírus
Especialistas apostam que testagem em massa pode ajudar a diminuir o ritmo da pandemia
A recomendação é ficar em casa. Mas, se for sair, use máscara
O exame é fundamental para verificar ou não a presença do novo coronavírus no organismo
Testagem em massa do novo coronavírus no DF ocorre após análise do cenário epidemiológico
Profissionais de saúde trabalham para controlar a pandemia no Brasil e no mundo
Equipe de médicos e enfermeiros aplaude paciente que recebeu alta
Talita Souza Carmo, professora especialista em bioprocessos e fermentação, está na linha de frente do combate à Covid-19
Lugares públicos, como o Metrô-DF, fazem limpeza preventiva contra o novo coronavírus
Metrô faz limpeza preventiva contra o novo coronavírus durante a madrugada

 

Pequim negou as acusações de falta de transparência, dizendo que sempre compartilhou informações sobre a epidemia com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros países.

Brasil
De acordo com a última atualização feita pelo Ministério da Saúde sobre a epidemia de coronavírus no Brasil, o país chegou a 21.048 mortes e 330.890 casos confirmados da doença nessa sexta. Os números representam um aumento de 1.001 óbitos e 20.803 pacientes diagnosticados em relação aos dados divulgados na noite de quinta (21/05).

A América Latina é considerada OMS o epicentro da infecção no mundo. China, Itália e Estados Unidos já carregaram o título, mas estão começando a enxergar uma queda na quantidade de casos e mortes, enquanto o Brasil ainda está em curva ascendente.

Segundo a plataforma da universidade americana Johns Hopkins, o país ocupa a segunda posição no ranking de locais com mais casos confirmados da Covid-19, atrás dos Estados Unidos (1.596.633 diagnósticos).