*
 

Uma das noras do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi levada nesta segunda-feira (12/2) a um hospital de Nova York para ser avaliada por um médico após abrir uma carta suspeita que tinha sido enviada para sua casa, informaram veículos de imprensa locais.

A carta, dirigida a Donald Trump Jr., foi aberta pela sua mulher, Vanessa, e continha um pó branco sem identificação, segundo o canal “ABC”.

Tanto ela como outras duas pessoas foram descontaminadas pelos bombeiros no local e levadas a um hospital próximo por precaução, embora aparentemente estejam bem.

Pouco depois, um porta-voz da polícia confirmou que a substância contida no envelope não era perigosa e que seria levada a um laboratório da cidade para uma análise mais profunda.

Fontes policiais afirmaram ao jornal “New York Post” que a carta continha amido de milho.

Agentes do Departamento de Polícia de Nova York e do Serviço Secreto se deslocaram ao apartamento do casal, no centro de Manhattan, para investigar o caso.

Donald Jr., primogênito do presidente americano, e Vanessa Trump se casaram em 2005 e têm cinco filhos.

 

 

COMENTE

donald trumpEUAenvenenamentonora
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo