Morre Madeleine Albright, 1ª mulher a ser secretária de Estado dos EUA

Ela tinha 84 anos e faleceu em decorrência de um câncer. A notícia foi anunciada por familiares em uma rede social

atualizado 23/03/2022 19:01

Madeleine Albright, mulher idosa branca discursa enquanto veste uma roupa azulChip East/Reuters/Arquivo

Morreu de câncer nesta quarta-feira (23/3), aos 84 anos, Madeleine Albright – a primeira mulher a ocupar o cargo de secretária de Estado dos EUA.

A notícia foi anunciada por familiares em uma rede social. De acordo com a mensagem, Albright faleceu cercada de parentes e amigos. “Perdemos uma mãe, avó, irmã, tia e amiga”, destaca o texto.

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, classificou a morte de Albright como “devastadora” e afirmou que ela foi uma pioneira, por ser “a primeira mulher secretária de Estado”. “Madeleine abriu as portas para grande parte da nossa profissão”, pontuou Price.

Com grande influência internacional na década de 80, Madeleine chegou a ser comparada com a ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher.

Nos Estados Unidos, o posto de secretário de Estado é o equivalente ao de ministro de Relações Exteriores em outras nações. Madeleine Albright foi escolhida para ocupar o cargo pelo então presidente Bill Clinton, em 1996.

Sucessoras

Até a vitória de Kamala Harris como vice-presidente há dois anos, Albright foi a mulher que ocupou o cargo mais importante de um governo nos EUA – seguida por Condoleezza Rice, que foi secretária de Estado do governo George W. Bush, e Hillary Clinton, no governo Obama.

Seu nome, entretanto, nunca pôde ser considerado para uma eleição presidencial, pois Albright era originária da República da Tchecoslováquia.

Quando Madeleine tinha 11 anos, sua família migrou para os Estados Unidos – fato que lhe permitiu prosperar profissionalmente, na carreira política. De família judaica, ela nasceu no dia 15 de maio de 1937, em Praga.

Mais lidas
Últimas notícias