Nuvem de poeira “Godzilla” sai do Saara e atinge países na América

Enorme mancha opaca com poeira do deserto africano é a mais densa já registrada em meio século

Depois de notícias “apocalípticas” de asteroides, buracos negros e nuvem de gafanhotos, a onda de fenômenos um tanto inusitados da natureza inclui agora a notícia de que uma “nuvem de poeira Godzilla”, como foi apelidada por cientistas, cobre há dias parte do Oceano Atlântico e alcançou o Caribe.

Imagens de satélites detectaram a enorme mancha opaca, que consiste em uma massa de ar muito seco com poeira do deserto africano, que está se movendo em direção às Américas.

1/6
Imagem mostra chegada a nuvem de poeira do Saara
Imagem de satélite mostra a nuvem de poeira Godzilla sobre o Oceano Atlântico
Imagem de satélite mostra a nuvem de poeira Godzilla sobre o Oceano Atlântico
Nuvem de gafanhotos na Argentina
Lavoura atacada por gafanhotos
Foto de lavoura monitorada após nuvem de gafanhotos

Segundo a BBC, fenômenos como a “Godzilla” são comuns e ocorrem anualmente. No entanto, de acordo com cientistas que acompanham o caso, a nuvem se intensificou este ano e já é considerada, segundo meteorologistas, a mais densa já registrada em meio século.

De acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês), a nuvem continuará se movendo rumo ao Oeste pelo Mar do Caribe, alcançando áreas do norte da América do Sul, América Central e da Costa do Golfo dos Estados Unidos nos próximos dias. O Brasil não deve ser atingido.

Imagens de satélites

O Instituto Cooperativo de Pesquisa na Atmosfera (Cira, na sigla em inglês) publicou nas redes sociais, nessa terça-feira (23/06), imagens da nuvem de poeira vistas pelo satélite Meteosat-11 (veja abaixo).

Em vários países afetados existe a recomendação de que os cidadãos usem máscaras e evitem atividades ao ar livre, por conta da alta concentração de partículas de poeira no ar, que é prejudicial à saúde. A navegação também foi afetada e vários navios alertados para o problema.

A Godzilla começou a ser obsrvada no Oeste da África há cerca de uma semana e já percorreu mais de cinco mil quilômetros até o Caribe.

Cem milhões de toneladas de poeira

De acordo com a NOAA, mais de cem milhões de toneladas de poeira saariana sopram da África todos os anos. A camada geralmente tem entre três e cinco quilômetros de espessura, e se encontra a uma altura de um a dois quilômetros na atmosfera.