Bombeiros controlam todos os incêndios em Nova Gales do Sul

Pela primeira vez, desde o início do verão infernal australiano, as equipes de resgate conseguiram conter todos os focos de chamas na região

Foram momentos de agonia, morte e destruição que, finalmente, parecem chegar ao fim na Austrália. Pelo Twitter, nessa quinta-feira (13/02/2020), o NSW Rural Fire Service afirmou que todos os incêndios em Nova Gales do Sul (NSW), região mais assolada pelo fogo, estão contidos pela primeira vez durante o “verão infernal“. Ainda há alguns focos em outras regiões do país, mas também em fase de controle.

As equipes de bombeiros, que trabalham há meses no combate às chamas, descrevem a temporada como “traumática e desgastante”. “No que tem sido uma temporada de incêndios florestais muito traumática e exaustiva até agora, pela primeira vez nesta temporada todos os incêndios de mata e grama em NSW agora estão contidos. Foi preciso muito trabalho dos bombeiros, serviços de emergência e comunidades para chegar a esse ponto”, escreveu a corporação no microblog.

1/28
Devastação na Austrália após incêndios
Coluna de fumaça gigante provocada por incêndios na Austrália
Incêndios na Austrália causaram devastação
Bombeiros comemoraram fim dos incêndios em Nova Gales do Sul
Filhote de canguru morto registrado pelo fotógrafo Brad Fleet, do jornal local "The Advertiser"
Canguru filhote foi resgatado de incêndios na Austrália
Filhote de canguru foi levado ao veterinário após ser resgatado na Australia
Michael Truong, 36 anos, foi preso por um grupo de cidadãos preocupados depois que o viram supostamente iniciando um incêndio em East Gippsland
Sam MCGlone é bombeiro voluntário na Austrália
Coala resgatado de incêndio na Austrália
Incêndios na Austrália
O bombeiro Geoffrey Keaton também morreu combatendo incêndios na Austrália
O filho dele recebeu honraria para o pai, Geoffrey Keaton
Incêndios dizimaram mais de 500 milhões de animais na Austrália
Incêndios avançam pela Austrália
Corpos de animais espalhados às margens de rodovia na Austrália
Incêndio segue descontrolado na Austrália
Coluna gigantesca de fumaça após incêndios na Austrália
Fumaça coloca em risco vida humana na Austrália
Equipes de resgate trabalham incessantemente na Austrália
Imagem do satélite Sentinel 2 mostra nuvem espessa de fumaça na Austrália
Esta imagem de satélite fornecida pela Nasa em 4 de janeiro de 2020 mostra incêndios em Victoria e Nova Gales do Sul
Imagem da Nasa mostra Australia em 24 de janeiro de 2019
Imagem da Nasa mostra Australia em 1º de janeiro de 2020
Os incêndios florestais são retratados em torno de Sydney, na Austrália, vistos da Estação Espacial Internacional orbitando 428km acima do Mar da Tasmânia. Imagem de 3 de janeiro de 2020
Incêndios catastróficos estão devastando grandes áreas da Austrália, como visto nesta imagem tomada em 1º de janeiro pela Nasa
Incêndio em Bateman Bay, na Austrália, em 31 de dezembro, foi captado pelo satélite Sentinel 2
Andrew Merry/Getty Images

Até a noite de ontem, eram registrados 24 focos de incêndios, todos ao Sul de Sydney, mas que foram controlados.

Além do trabalho de bombeiros, voluntários e moradores, a ajuda também veio do céu. As fortes chuvas no fim de semana passado fizeram partes do estado registrarem mais de 300mm em 48 horas ao longo da costa.

Chamas e inundações

As baixas chuvas na costa Leste geraram inundações generalizadas, causando danos em vários pontos, mas apagaram 30 incêndios no fim de semana, revelou o RFS no início desta semana.

O incêndio na Lindfield Road – que queimava a região de Port Macquarie por 210 dias – foi extinto na quarta-feira (12/02/2020), depois de queimar 858 hectares, dos quais 400 eram subterrâneos.

Segundo o jornal Daily Mail, o incêndio de Currowan na região de Shoalhaven foi extinto na noite de sábado (15/02/2020), após 74 dias de queima e destruição de 312 casas.

Os incêndios nas áreas de Snowy Valley e Monaro foram os últimos a serem controlados, nessa quinta-feira (13/02).

“Todos os incêndios estão contidos e agora podemos realmente focar em ajudar as pessoas a reconstruírem suas vidas”, disse o vice-comissário da RFS Rob Rogers.

Nova Gales do Sul registrou mais de 11 mil incêndios desde o início dos incêndios, com mais de 5,4 milhões de hectares queimados.

Cerca de 2.400 casas foram destruídas e 25 vidas perdidas desde setembro do ano passado. A austrália viveu momentos apocalípticos, quando mais de um bilhão de animais perderam a vida no fogo.