*
 

Centenas de milhares de pessoas encheram as ruas de Barcelona neste sábado (26/8) em um protesto contra o terrorismo, aos gritos de “eu não tenho medo” – uma rejeição pública contra violência após um atentado que matou 15 pessoas e deixou mais de 100 feridos na cidade. Segundo a polícia de Barcelona, cerca de 500 mil pessoas participaram da manifestação.

Funcionários do setor de saúde, motoristas de táxi, policiais e cidadãos comuns que ajudaram as vítimas após o ataque, no dia 17 de agosto, lideravam a marcha no famoso bairro de Las Ramblas, onde ocorreu o atentado terrorista.

Autoridades regionais e nacionais da Espanha tentaram mostrar uma imagem de unidade no protesto pacífico. Pela primeira vez, um monarca espanhol, o Rei Felipe VI juntou-se à manifestação, junto do primeiro-ministro, Mariano Rajoy.

O grupo Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataque com veículos em Barcelona, e horas, depois, também assumiu o atentado na cidade costeira de Cambrils. Entre os suspeitos, oito foram mortos, dois estão presos e outros dois foram liberados por um juiz, mas permanecerão sob investigação.

 

 

COMENTE

TerrorismoProtestoBarcelona
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo