*
 

A Petrobras informou nesta segunda-feira (6/11) que a Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito, nos Estados Unidos, deferiu pedido da companhia para suspensão de processo movido em Nova York por investidores que alegaram prejuízos com a onda de corrupção na estatal, após deflagração da Operação Lava Jato.

Em comunicado ao mercado, a estatal relata que a decisão da Suprema Corte foi tomada na ultima sexta (3/11), quando a Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito (United States Court of Appeals for the Second Circuit) deferiu pedido de suspensão formulado pela empresa. “Dessa forma, a class action [ação coletiva] permanecerá suspensa até que a Suprema Corte norte-americana decida se apreciará recurso da Petrobras.”

Segundo a Petrobras, a petição feita à Suprema Corte norte-americana foi protocolada no último dia 1º, solicitando “a admissão de recurso contra determinados aspectos da decisão da Corte Federal de Apelações do Segundo Circuito, anulando parcialmente, em 7 de julho, a certificação de classe, e determinando apreciação da matéria pela Corte de 1ª instância.

A Petrobras informa ainda que “seguirá adotando as medidas necessárias à defesa dos seus interesses”.

 

 

COMENTE

Lava JatoPetrobrasbrasilEUA
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo