metropoles.com

Israel resgata dois reféns que estavam com o Hamas

Operação foi realizada em Rafah, ao sul da Faixa de Gaza. Segundo Israel, três terroristas do Hamas acabaram mortos

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/Twitter
Fernando Marman e Luis Har são os reféns do Hamas libertados por Israel
1 de 1 Fernando Marman e Luis Har são os reféns do Hamas libertados por Israel - Foto: Reprodução/Twitter

As Forças de Defesa de Israel (FDI) conseguiram resgatar dois reféns que estavam com o grupo extremista Hamas. Durante uma operação noturna, os militares mataram três terroristas que cuidavam de Fernando Marman e Louis Har e extraíram os prisioneiros, na segunda ação bem-sucedida do tipo desde o início do confronto.

A operação aconteceu em Rafah, ao sul da Faixa de Gaza. Enquanto a Força Aérea atacava de forma massiva supostos esconderijos do Hamas, outros militares fizeram o resgate. O grupo era formado por homens da unidade policial de contraterrorismo de elite Yamam, da agência de segurança Shin Bet e das FDI.

De acordo com as autoridades, Marman, de 61 anos, e Har, de 70, se encontravam bem. Os dois foram raptados no kibutz Nir Yitzhak, na manhã de 7 de outubro. Naquela data, o Hamas invadiu o país, matou cerca e 1.200 pessoas e fez 253 reféns.

Os militares realizaram duas ações do tipo. No fim de outubro, resgataram o soldado Ori Megidish. No início de dezembro, falharam ao tentar extrair outro refém, que acabou morto.

“Eles realizaram uma ação muito complexa nas instalações e no segundo andar onde o reféns foram mantidos. Alcançar a meta no coração de Rafah foi muito complexo”, explicou o porta-voz das FDI, o contra-almirante Daniel Hagari.

A operação de Israel

A operação começou por volta de 1h da madrugada (horário local). Às 1h49, os homens invadiram o apartamento onde estavam os reféns, matando os três terroristas e “abraçaram e protegeram Louis e Fernando com seus corpos”.

O país acredita que o Hamas fez 130 reféns em 7 de outubro e todos seguiram para a Faixa de Gaza. Nem todos permaneceram vivos, mas 105 deles acabaram liberados durante um período de trégua. Quatro reféns tinham sido libertados antes disso; três tiveram o resgate bem-sucedido e 11 foram mortos (incluindo três por engano pelos israelenses).

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações