Incêndio se espalha por tanques de petróleo de Cuba após queda de raio

Ao menos 67 moradores da cidade de Matanzass ficaram feridos, 18 em estado grave; 17 bombeiros estão desaparecidos após o incidente

atualizado 06/08/2022 16:13

Reprodução/Twitter/DelegacionOTU_may

Bombeiros tentam controlar um grande incêndio em dois tanques de petróleo da cidade de Matanzas, em Cuba, após um raio atingir o local na noite dessa sexta-feira (5/8).

O fogo começou por volta das 19h, depois de o raio atingir o primeiro tonel na Base de Supertanqueros, próximo à usina termoelétrica Antonio Guiteras. As chamas chegaram ao segundo tanque de combustível na manhã deste sábado (6/8).

Ao menos 67 pessoas ficaram feridas após a segunda explosão, 18 delas com maior gravidade – três em estado crítico, três muito graves e 12 em estado grave –, segundo detalhou o ministro da Saúde, José Angel Portal Miranda, no Twitter. Dezessete bombeiros estão desaparecidos.

O presidente Miguel Díaz-Canel disse pelo Twitter que os bombeiros estavam “tentando evitar a propagação das chamas e qualquer derramamento de combustível” na baía de Matanzas. O governo pediu ajuda às nações amigas com conselhos para apagar o fogo.

Imagens da televisão estatal cubana mostraram que o fogo estava completamente fora de controle pela manhã, uma ameaça para os outros tanques de combustível das proximidades.  A área tinha oito grandes tanques de armazenamento de combustível. Cada um deles tem capacidade para 300 mil barris.

Mais lidas
Últimas notícias