*
 

Um homem, que foi erroneamente declarado morto por médicos em Nagpur, cidade indiana, acordou pouco antes de o legista iniciar a autópsia do necrotério. O caso ocorreu nessa segunda-feira (5/3).

A família de Himanshu Bharadwaj disse que o médico sentiu o pulso do paciente momentos antes de cortá-lo para realizar o exame. Na mesma hora, ele foi levado para outra ala do hospital, onde o tratamento foi iniciado. As informações são do jornal britânico Daily Mail.

Bharadwaj se envolveu em um acidente de carro no domingo (4), e foi declarado morto pelos médicos. Os profissionais disseram que não estavam mais sentindo o pulso do rapaz, mas o sistema respiratório voltou a funcionar na manhã desta segunda (5). No entanto, a equipe continua apontando morte cerebral.