Frio e falta de energia atingem até depósitos de vacinas nos EUA

As fortes tempestades de chuva e neve, principalmente em estados que não estão acostumados a esse tipo de clima, devem continuar

atualizado 16/02/2021 7:30

Quem mora no extremo norte dos Estados Unidos está acostumado com invernos muito frios. O que os norte-americanos não esperavam é que neve, chuva e temperaturas abaixo de 0°C atingissem locais mais ao sul, onde isso não é nada comum.

O Texas, por exemplo, viveu o dia mais frio em décadas na segunda-feira (15/2). O pior: com tempestades de chuva e neve, várias estradas e aeroportos tiveram que ser fechados, e a eletricidade também foi suspensa. Mais de 4 milhões de residências no estado ficaram sem luz.

Os Estados Unidos são alvo de uma série de sistemas meteorológicos, que ainda deve durar alguns dias. “As necessidades de consumo de eletricidade dos texanos ultrapassaram em muito a geração de energia atual”, disse a CenterPoint Energy, responsável por mais de 2 milhões de clientes na área de Houston, ao jornal Washington Post.

A onda de frio se mostrou tão intensa que, no domingo (14/2), o presidente Joe Biden declarou estado de emergência no Texas. As autoridades do local recomendam que os habitantes e turistas aumentem os cuidados caso seja necessário sair de casa.

O resultado foi que, na cidade, um depósito que guardava 8 mil doses de vacinas contra a Covid-19 acabou atingido com a falta de energia. As autoridades, então, tiveram que correr para que distribuir 4 mil unidades que poderiam ser perdidas.

Diversos perfis no Instagram mostram imagens do frio em estados não tão acostumados com as temperaturas baixas, como no Texas e no Tennesseee. Lá, um motorista teve dificuldades para segurar a caminhonete deslizando sobre a fina camada de gelo. Felizmente, ele conseguiu parar antes que o veículo batesse.

Muito abaixo de zero

Também em Houston, os termômetros do Aeroporto George Bush em Houston marcaram -8°C, a temperatura mais baixa desde dezembro de 1989. Nesta terça-feira (16/2), o serviço de meteorologia espera que a marca caia para -11°C – com sensação térmica, por causa do vento, de -18°C.

Em Dallas, Clay Jenkins, juiz do condado declarou estado de emergência. Também solicitou que empresas com serviços não-essenciais só abrissem depois das 10h desta terça. Jenkins também recomendou que as pessoas colocassem o aquecimento, no máximo, a 20°C, para poupar energia.

“Esta é uma emergência muito séria”, afirmou Jenkins, segundo o jornal Texas Tribune, durante uma coletiva de imprensa na noite de segunda. “Meu foco total está nesta emergência e o seu também deve estar.”

Para que pessoas desabrigadas, a Prefeitura de Austin abriu um centro de aquecimento. Organizações comunitárias em San Antonio também se preparam para ajudar sem-teto na cidade.

Últimas notícias