Fonte no Kremlin afirma que Putin sofreu atentado a bomba, diz jornal

Grupo no Telegram crítico ao líder russo também citou fontes anônimas para relatar uma tentativa de assassinato

atualizado 14/09/2022 22:41

Mikhail Svetlov/Getty Images

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, teria escapado de uma tentativa de assassinato, segundo teria informado uma fonte no Kremlin. As informações foram publicadas pelo jornal britânico The Sun nesta quarta-feira (14/9). Putin teria escapado sem ferimentos após o comboio em que viajava ter sido alvo de um atentado com explosivos. Os canais oficiais de informação da Rússia não se pronunciaram, até o momento, sobre a notícia.

Não há detalhes sobre a data ou o local onde teria acontecido o suposto atentado, mas o que é narrado é que o comboio presidencial teria sido interceptado por uma ambulância e que explosivos teriam sido lançados no carro onde Putin estava. Apesar de danificado, porém, o veículo teria sido capaz de seguir viagem e levar o presidente russo para um lugar seguro.

Segundo o The Sun, a limusine de Putin foi levada para a segurança com o presidente ileso – mas houve várias prisões de seu serviço de segurança. O comboio “de apoio” era composto por cinco carros blindados, com Putin no terceiro, afirma-se.

A notícia também foi postada pelos administradores de um canal no Telegram com 12 mil membros, chamado Generall SVR, que reúne críticos a Putin.

“No caminho para a residência oficial, a poucos quilômetros de distância, o primeiro carro de escolta foi bloqueado por uma ambulância, [e] o segundo carro de escolta rodou sem parar [devido ao] obstáculo repentino”, diz o texto, postado em russo.

A postagem no canal anti-Putin

 

Mais lidas
Últimas notícias