*
 

Uma série de explosões de gás que um funcionário descreveu como “armagedom” matou um adolescente, feriu ao menos 10 e provocou incêndios em ao menos 39 residências de três comunidades no norte de Boston na noite da quinta-feira (13/9) forçando comunidades inteiras a deixarem suas casas, enquanto equipes de bombeiros se esforçavam para combater as chamar e desligar o gás.

Autoridades disseram que Leonel Rondon, de 18 anos, morreu depois que uma chaminé caiu de uma casa em cima de seu carro, causando uma explosão. Ele foi levado às pressas para um hospital, mas morreu.

A Polícia Estadual de Massachusetts pediu que todos os moradores com casas atendidas pela Columbia Gas em Lawrence, Andover e North Andover saíssem de suas residências, o que congestionou o tráfego e causou confusão generalizada, à medida que moradores e autoridades locais se esforçavam para entender o que estava acontecendo. Até o final da noite, os bombeiros conseguiram combater todo o incêndio.

“Parecia o armagedom, realmente parecia”, disse o chefe de bombeiros Michael Mansfield. Segundo o governador Charlie Baker, autoridades estaduais e municipais estão investigando o caso, mas pode levar dias ou semanas até que respostas sejam obtidas.

No início desta sexta-feira (14) a empresa fornecedora de gás publicou um comunicado dizendo que suas equipes precisam visitar cada um dos 8,6 mil clientes afetados para desligar cada medidor de gás e realizar uma inspeção de segurança.

“Suporte adicional está sendo fornecido por equipes de várias empresas afiliadas da Columbia Gas e outras empresas de serviços públicos”, disse o comunicado. “Nós esperamos que este seja um esforço extenso de restauração e trabalharemos incansavelmente para restaurar o serviço aos clientes afetados.”

A Agência de Gerenciamento de Emergências de Massachusetts culpou os incêndios em linhas de gás que se tornaram excessivamente pressurizadas, mas disse que seus investigadores ainda estão examinando o que aconteceu.