*
 

O ex-vice-presidente da Argentina, Amado Boudou, foi detido nesta sexta-feira (03/11) no próprio apartamento pelas acusações de enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro, informou uma funcionária da Justiça Federal.

Canais de televisão locais mostraram imagens de Boudou, que foi vice de Cristina Kirchner entre 2011 e 2015, algemado ao sair de seu apartamento de Buenos Aires. Ele será levado para o juiz Ariel Lijo para ser questionado, disse uma fonte que trabalha no Judiciário, que pediu anonimato.

O ex-funcionário enfrenta um julgamento por suposta aquisição irregular da única gráfica de papel-moeda habilitada no país, um dos casos de suposta corrupção mais em evidência durante o mandato da ex-presidente.

Além de vice, Boudou serviu como ministro da Fazenda da Argentina entre 2007 e 2015, ainda sob o governo Kirchner. Ele também já responde processo sobre aquisição irregular de uma companhia que imprimia a moeda local, o peso argentino. (Com informações do Associated Press)

 

 

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação