Em transmissão ao vivo, Joe Biden recebe vacina contra a Covid-19 nos EUA

A imunização contra a Covid-19 nos EUA foi iniciada na segunda-feira (14/12) após a vacina da Pfizer/BioNTech receber autorização

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech foi aplicada, nesta segunda-feira (21/12), no presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, de 78 anos. A vacinação ocorreu em um hospital de Newark, em Delaware (EUA), e transmitida ao vivo na tevê.

A atitude de Biden foi tomada como um incentivo para a população. Também entrou na campanha a vice-presidente eleita, Kamala Harris, de 56 anos. Ela anunciou que tomará a vacina logo depois do Natal.

Já o presidente Donald Trump, de 74 anos, que contraiu a Covid-19 em outubro, ainda não informou se irá se vacinar, mesmo com a comprovação de casos de reinfecção pelo mundo.

Na última sexta-feira (18/12), o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, de 61 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech.

“Hoje, [minha esposa] Karen e eu queríamos dar um passo à frente e tomar esta vacina para garantir ao povo americano que, embora a gente tenha reduzido a burocracia, não pegamos atalhos”, disse Pence, após tomar a vacina.

Imunização nos EUA

A imunização contra a Covid-19 nos EUA foi iniciada na segunda-feira (14/12) após a fórmula Pfizer/BioNTech receber autorização para uso emergencial concedida pela Food and Drug Administration (FDA) e pelo Center for Disease Control and Prevention (CDC).

1/4
Joe Biden, presidente eleito dos EUA
Tom Brenner/Getty Images
A imprensa local também afirmou que o Ministério da Saúde encaminhou orientações para a aplicação das segundas doses
Despacho interno da SES pede celeridade em licitação