Campo magnético da Terra tem relação com extinções em massa

Ainda não se sabe se outras reversões magnéticas podem ter causado convulsões semelhantes no passado

Novo estudo publicado na revista Science sugere que uma reversão no campo magnético da Terra há cerca de 42.000 anos pode ter desencadeado uma série de crises ambientais na Terra, contribuindo assim, para as extinções em massa.

Com uma nova datação de carbono mais precisa obtida de fósseis de árvores antigas, os pesquisadores correlacionaram mudanças nos padrões climáticos, extinções de grandes mamíferos e até mesmo mudanças no comportamento humano pouco antes e durante a excursão de Laschamps, uma breve reversão dos pólos magnéticos que durou quase mil anos.

Leia mais em SoCientífica, parceiro do Metrópoles.