*
 

Documentos da Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) indicam que o diretor da entidade, Scott Pruitt, gastou milhões de dólares com equipes de segurança e passagens aéreas. As informações foram verificadas pela Associated Press.

Em apenas três meses Pruitt gastou mais de US$ 800 mil com sua equipe de segurança, que tem 20 integrantes. A quantidade de profissionais é três vezes maior do que a equipe de segurança de seu antecessor.

Um funcionário da EPA, que preferiu não se identificar para evitar retaliações, disse que os custos totais de segurança se aproximaram de US $ 3 milhões quando os salários da equipe de segurança são adicionados às despesas de viagem.

A denúncia ocorre num momento em que o líder da EPA em está em apuros e tenta refutar alegações de gastos excessivos e má conduta ética no cargo.

Há pouco, Trump defendeu Pruitt no Twitter: “Enquanto os gastos com Segurança foram um pouco mais do que seu antecessor, Scott Pruitt recebeu ameaças de morte por causa de suas ações ousadas na EPA”, escreveu o presidente norte-americano, para quem, as despesas com viagem foram “ok”. “Scott está fazendo um ótimo trabalho!”, completou Trump.