*
 

Uma história emocionante mexeu com a população da China nos últimos dias. Um casal, que teve a filha sequestrada aos 3 anos de idade, a reencontrou 24 anos depois, casada e mãe de dois filhos. Wang Mingquing e Liu Dengying procuravam pela menina desde seu sumiço, em 1994. As informações são da BBC.

Na época, o casal chinês era feirante, e em um dos dias de comércio, por meio de uma distração, Liu Dengying, mãe de Qinfeng, não deu conta do desaparecimento da menina. Assim, desesperados, Liu e Wang distribuíram cartazes com informações de Qinfeng na esperança de um dia achá-la.

O casal chegou a fazer inúmeras viagens para regiões próximas à cidade onde mora, Chengdu, de onde, também, nunca saíram. Wang e a esposa acreditavam que Qinfeng pudesse voltar. Porém, os tempos passaram, e em 2015, como último recurso, Wang começou a trabalhar como taxista, deixando todas as informações possíveis sobre a menina coladas no carro. Ele também distribuía cartões aos passageiros.

O esforço do chinês chamou a atenção da mídia local e a polícia identificou várias mulheres que poderiam ser Qinfeng, mas os testes de DNA provaram o contrário. Porém, no ano passado, houve um marco em toda essa história: um especialista em retratos falados desenhou a garota com a aparência que ela teria atualmente e divulgou o registro nas redes sociais. Do outro lado do mundo, uma mulher se identificou com a foto.

Kang Ying, criada por pais adotivos em uma cidade a cerca de 20 km do local onde Wang e Liu moram, estava muito longe de sua terra natal. Contudo, tratou de contatar Wang e descobriu que aquele era seu pai. Ela explicou, então, que foi acolhida pelos pais adotivos em uma estrada próxima à feira de onde sumira.

A polícia providenciou outro teste de DNA, e o resultado comprovou a legitimação. Na segunda-feira (2/4), Wang conversou com Kang por mensagens de voz e declarou: “A partir de agora, papai está aqui. Você não precisa se preocupar com nada, papai vai te ajudar”. Nas internet, celebrou: “Meus esforços de 24 anos não foram em vão! Minha filha foi encontrada. Obrigado a todos”.

Na terça-feira (3), a família enfim foi reunida. Kang viajou da província de Jilin para Chengdu na companhia do marido e do casal de filhos. Ela abraçou a mãe e disse, emocionada, aos jornalistas: “O mundo inteiro me disse que eu não tinha uma mãe. Mas eu tenho!”.

 

 

COMENTE

Chinabbcdesaparecimentoemocionantepai e filho
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo