*
 

O engenheiro britânico Graham Smith decidiu remover, de si mesmo, alguns pontos internos de sutura herdados de uma cirurgia feita anos antes. Com dor e cansado de esperar os médicos, ele fez a intervenção cirúrgica com instrumentos criados por ele mesmo. “Sou engenheiro, faço algumas coisas que outras pessoas não podem”, afirmou à BBC.

Reprodução/BBCHá 15 anos, Smith precisou passar por uma cirurgia no intestino, que o deixou com um corte de 20 centímetros. Com o tempo, ele começou a sentir dores. Em 2011, voltou ao hospital onde foi operado e descobriu que os pontos internos não haviam sido retirados. Sem correr risco, segundo os médicos, Smith poderia tocar sua vida.

No entanto, segundo relatou ao jornal, Smith vivia com dor. Cansado de esperar por uma consulta, o paciente decidiu, no último dia 14, retirar ele mesmo os pontos. “Eu tentei fazer isso da maneira normal, mas estava com medo de estar com alguma infecção”, afirmou. “Não tomei a decisão de forma insensata. Estava desesperado.”

À BBC, o Hospital Aintree — onde ele estava esperando ser atendido — afirmou que Smith cancelou uma consulta marcada e que, posteriormente, não conseguiram entrar em contato com o paciente. Ele nega. “Tive que assumir o controle da situação, pois não estava disposto a seguir na lista de espera e morrer”. Graham usou instrumentos de titânio cedidos por um amigo dentista para ter os materiais necessários para a cirurgia. Por sorte, ele passa bem.

 

 

 

 

COMENTE

diycirurgia
comunicar erro à redação

Leia mais: Mundo