Brasileira morreu protegendo filha em ataque na Alemanha

Suspeito atacou menina com uma faca. A criança sobreviveu, mas teve ferimentos graves. Idosa que protegeu a menor também morreu

atualizado 28/06/2021 14:15

Suspeito deixou sete feridos e três mortosGetty Images

A brasileira Christiane H., de 49 anos, morreu salvando a filha, no atentado que aconteceu em Würzburg, na Alemanha, na última sexta-feira (25/6). Segundo o jornal alemão Bild, Christiane se jogou sobre a filha de 11 anos quando o autor do atentado avançou sobre as duas com uma faca.

De acordo com a publicação, uma idosa de 82 anos puxou o agressor para longe da criança, e acabou morta também. A menina, então, saiu correndo, gritando: “Eu ainda não quero morrer”. Ela sobreviveu, mas teve ferimentos graves.

“A filha sabe que a mãe morreu. O pai ainda está no Brasil. Tudo o que ela quer é que o pai venha para cá”, disse uma amiga da vítima.

No início do ano, a família chegou à Alemanha, onde a vítima ministraria aulas de alemão.

O autor do atentado – que matou três mulheres e deixou outras sete pessoas feridas – foi um homem de 24 anos, da Somália. A polícia local investiga se há ligações com terrorismo, e se o crime seria motivado por um possível histórico de transtornos mentais do suspeito.

Mais lidas
Últimas notícias