Avô se diz culpado após neta morrer ao cair de navio: “Pesadelo”

Episódio ocorreu em julho do ano passado, quando a embarcação estava ancorada em Porto Rico. Família culpa empresa por acidente

atualizado 27/02/2020 12:22

O avô da menina Chloe Wiegan, de apenas 1 ano e 6 meses de idade, se declarou culpado pela morte da neta, que caiu da janela de um cruzeiro em julho do ano passado, em Porto Rico.

Salvatore Anello aceitou um acordo judicial e se declarou culpado nessa terça-feira (25/02/2020), informou o site ABC News.

Em comunicado, o avô afirmou que a decisão ocorreu “para tentar ajudar a por um fim em parte desse pesadelo” vivido pela família.

“Fui encarregado de manter minha linda neta em segurança e fracassei. Será sempre um pesadelo constante todos os dias e todas as noites pelo resto da minha vida”, complementou.

Ao alegar que uma janela estava indevidamente aberta, a família acusa o navio de ser o culpado pelo acidente.

Últimas notícias