Último dia do Tarefão tem perguntas mais difíceis, com temas variados

Na competição da Rádio Metrópoles FM, 80 equipes disputam um Fiat Mobi zero quilômetro, avaliado em R$ 35 mil

JP Rodrigues/MetrópolesJP Rodrigues/Metrópoles

atualizado 30/04/2019 10:39

Esta terça-feira (30/04/2019) marca o fim do Tarefão da Rádio Metrópoles FM. A última prova da gincana que movimentou o Distrito Federal em abril, na disputa por um Fiat Mobi zero quilômetro, será divulgada às 16h.

Ao todo, foram 30 questionários, com perguntas de múltipla escolha e três sábados com provas presenciais. Neste último questionário, os times terão de quebrar a cabeça para conseguirem responder corretamente.

As perguntas foram escolhidas a dedo, e abrangem episódios marcantes da história do Brasil, passam pela cultura pop e abordam até a teledramaturga brasileira. São os últimos pontos em jogo e podem fazer a diferença para quem quer colocar o carro novo na garagem de casa.

Ao longo da competição, 150 pontos estiveram em jogo nas provas on-line, e outros 120 nas tarefas presenciais realizadas em três sábados de abril. O primeiro evento começou com um propósito ecológico: vencia quem conseguisse a maior quantidade de garrafas recicláveis.

No segundo dia, as equipes que conseguiram apresentar um boletim escolar com mais de uma nota 10 ganhavam 20 pontos automaticamente; depois, tiveram de escrever uma carta hipotética sobre direitos humanos ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O último evento foi marcado por uma disputa acirrada, que acabou rendendo 40 pontos para o time “Los P de Souza”. A equipe venceu a prova que premiava o grupo que reunisse o maior número de parentes, e também levou a melhor no desafio da Água Mineral Orgânica, patrocinadora da promoção.

O evento no Parque de Águas Claras contou, ainda, com uma prova de desenho, que será avaliada por professores dos cursos de arte e design da Unip, outra parceira do Tarefão. A terceira patrocinadora é a empresa TIM.

Após a prova desta terça, a produção fará a contagem de pontos e o resultado será divulgado até o fim da semana.

Últimas notícias