*
 

Completando 18 dias dentro do Fusca, Raphael enfrenta importante decisões fora da competição. O estudante de biologia decidiu entrar no Desafio do Fusca da Metrópoles FM durante as aulas na faculdade mas, com a competição se arrastando por quase três semanas, o participante achou melhor trancar o semestre e retomar os estudos em julho: “Eu tenho que trancar porque, se eu voltar agora, já vou ter perdido muitos trabalhos e provas”.

A família de Raphael sempre o apoiou na decisão de competir pelo Fusca e não foi diferente no que diz respeito aos estudos. “Minha mãe conversou comigo e achou melhor também, até porque eu já perdi muita matéria importante pro meu futuro profissional”.

A mãe do fusqueiro, Doris Ramos, aproveitou a fala do filho para completar: “Por mim, tudo bem. Ele está correndo atrás do sonho de ter esse Fusca. Semestre que vem, ele volta”. Raphael ainda garante que tudo isso vale o esforço. “Agora que eu tranquei, tenho que ganhar. E se eu não ganhar, pelo menos, tenho história para contar”, diz. Já Doris puxa a orelha do filho e o lembra que existe uma “cláusula materna” nessa história. “Agora que a gente decidiu trancar a faculdade, que ele venceu uma gripe e tudo mais, ele só sai desse Fusca vencedor”, contou, aos risos.

Novidade: além de levar o Fusca para casa, o vencedor vai ganhar sopas e sucos da Boutique do Suco. Assim como um kit da Mercearia do Banho e um presente da Papier D’art, oferecidos pela Avantte Live Marketing.

Acompanhe ao vivo o Desafio do Fusca da Metrópoles FM.

COMENTE


FuscaDesafio do Fusca