*
 

No trigésimo dia do Desafio do Fusca da Metrópoles FM, a direção do reality decidiu mudar as regras novamente e dificultar mais um pouco a vida de Mercês e Raphael. Além de terem os celulares confiscados (o uso era liberado nos intervalos), os finalistas não poderão mais ocupar o banco de trás do carro, em momento algum, e nem usar acessórios (cobertor, travesseiro, tapa-olhos) na hora de dormir.

Ou seja: além de não poderem se comunicar com família e amigos pelo telefone, os dois precisarão dormir sentados, sem nenhum acessório para dar conforto ou protegê-los do frio e da claridade.

A manta vai fazer falta para Mercês. “Eu vou sentir mais falta do meu cobertor, porque tenho mania de dormir com minha cabeça coberta”, comentou. Rapha também vai sofrer um pouco na hora de dormir. “Vou sentir falta do travesseiro. Eu tenho mais dificuldade de achar uma posição do que a Mê, já que sou maior”.

Os dois disseram que ficar sem telefone não vai ser problema. “Já sou acostumada a ficar sem celular quando eu quero”, afirmou Mercês. Segundo Raphael, que usava bastante o Instagram durante os intervalos, o celular não fará tanta falta. Será? E dormir sentados, darão conta? O Desafio chegará à reta final?

Além de levar o Fusca para casa, o vencedor vai ganhar sopas e sucos da Boutique do Suco, um kit da Mercearia do Banho e um presente da Papier D’art, oferecidos pela Avantte Live Marketing.

COMENTE