*
 

Após as primeiras 24 horas, o ânimo de alguns participantes do Desafio do Fusca da Metrópoles FM diminuiu. Henrique, por exemplo, reclamou com os colegas de confinamento sobre dores nas costas. Andreza, Mercês e Raphael apostam que Henrique será o primeiro a desistir do carro.

No entanto, Gustavo acredita que após o próximo intervalo, o colega melhore e aguente mais tempo.
Já Henrique aposta que o próprio Gustavo irá desistir primeiro. “Eu não quero ser o primeiro a sair
mas, depois que acontecer, eu vou dar uma aliviada. Quero me superar aqui dentro e não sair logo”, comenta.

Completando um dia inteiro dentro do carro, os fusqueiros afirmam que alguns dos medos mudaram. “A pior parte é a noite. Apesar da segurança, ficamos com medo de alguém fazer algo com a gente. Quase não dormimos”, revela Raphael.

Enquanto isso, Mercês, que dormiu a noite toda, afirma que está sendo mais fácil do que ela imaginava. “Está tranquilo ficar aqui. Consegui dormir de noite e me renovei. O problema são os outros, que não conseguiram dormir”.

Acompanhe o Desafio do Fusca pelo site e pelas redes sociais da 104.1 Metrópoles FM.

COMENTE