8 de fevereiro de 1969: meteoritos caem no México. De novo

Cerca de 66 milhões de anos depois daquele meteoroide de 15 km de cumprimento que extinguiu os dinossauros, o México é palco de nova queda

Raio nunca atinge o mesmo lugar, diz-se. Por sinal, é fake news. São inúmeros os casos de duplo, triplo ou múltiplos impactos no exato mesmo lugar. Mas o assunto de hoje é outro. O México, por duas vezes, foi o palco de evento bem maior que trovões e raios: objetos caindo do céu.

Primeiro, um ajuste de vocabulário: existem três palavras que começam por “meteoro”, que vem do grego e quer dizer “alto no céu”. Meteoroide é um pedaço de algo ainda maior, chamado de asteroide, que fica vagando por aí. E para se transformar em meteoro, é só ele entrar na atmosfera terrestre.

Em contato com nosso céu, o meteoro se quebra, queima, e vira chuva de estrelas cadentes. Quando sobra algum pedaço que toca o chão, o nome que se dá é meteorito. No México então, há registro de dois deles. O primeiro media 15 km de cumprimento e simplesmente extinguiu a vida na terra há 66 milhões de anos.

O segundo é bem mais recente. Na madrugada de 8 de fevereiro de 1969, nos arredores da aldeia de Allende no estado de Chihuahua, uma chuva iluminou o céu, e vários pedaços caíram numa área de quilômetros quadrados. Sendo uma região rural e pouco povoada, ninguém se feriu, mas um meteorito de vários quilos foi entrado do ladinho do posto dos correios.

Até hoje é possível encontrar pequenos fragmentos no local. Mais de duas toneladas já foram recolhidas, e estima-se que o meteoro original que chegou a nossa atmosfera tinha o tamanho de um carro de passeio andando a 16 km por segundo.

O meteorito de Allende é o maior que caiu na terra e pôde ser estudado. Beneficiou de uma rede de laboratórios que estava sendo montada para outro evento previsto alguns meses depois: a chegada de pedras da lua pelo programa estadunidense Apollo.

E os pesquisadores não foram decepcionados: logo perceberam pelos componentes que o pedaço que caiu do céu era mais velho… que a própria terra! E não foram as únicas descobertas. Nesta segunda-feira (08/02) os Cabeças da Notícia da Rádio Metrópoles auscultam o meteorito de Allende entre 07H00 e 09H00. Em 104.1 FM para Brasília e região, e pelo aplicativo para o México e o resto do mundo.