4 de fevereiro de 1818: nasce Norton, Imperador dos Estados Unidos

Joshua Norton era inglês, mas após perder sua fortuna em San Francisco, adotou a cidade como capital de seu Império. E reinou por 20 anos.

A Golden Gate, esta ponte que une a península de São Francisco ao outro lado da baia, foi construída nos anos 1930. Sua história oficial indica que a ideia de melhorar o acesso à cidade teria nascida alguns anos antes. Não é verdade. E a prova está perto, numa placa que homenageia o primeiro a ter dito e escrito que o norte da Califórnia merecia poder chegar à sua capital: Norton 1°, Imperador dos Estados Unidos.

Fake news, você disse? A potência norte-americana só teve presidentes, exatos 46 de George Washington a Joe Biden? Mais uma vez, trata-se da história oficial, a que os livros ensinam, e que os dois partidos políticos tradicionais e hegemônicos repercutam. Mas num cemitério de Frisco, pode-se encontrar este túmulo:

Túmulo do Imperador Norton 1°

Opa, perdão, escrevemos “Frisco”, já estamos devendo US$ 25 de multa. É que o Imperador não gostava do apelido popular de sua capital, e o baniu, por decreto imperial publicado na imprensa, declarando quem o usasse como culpado de “Alto Delito”.

De 1860 a 1880, ano de sua morte por AVC no meio das ruas onde vivia, Norton 1° foi reverenciado pela população da cidade, que sorria de ver este distinto senhor, sempre coberto por chapéu com penas ou pele de castor, fazer sua ronda diária, acompanhado de sua guarda imperial, composta de dois vira-latas.

As anedotas são numerosas. Certa vez, justamente, um dos guardiões do Imperador se excedeu na perseguição a um gato ou um rato, e se perdeu de seu celebre dono. Um policial novato arrestou o animal, e aproveitou para também prender seu esquisito proprietário por (que insulto!) vagabundagem.

O próprio chefe da polícia foi libertar Sua Majestade Imperial, apresentou um pedido de desculpas oficial da cidade, e repreendeu publicamente o jovem zeloso. Na imprensa do dia seguinte, os súditos indignados podiam ler o editorial seguinte:

“Norton foi em seu tempo um respeitável comerciante, e desde que ele vestiu o Manto Imperial ele não derramou nenhum sangue, não roubou ninguém e não pilhou país nenhum, o que é mais do que pode ser dito de qualquer outro nesse ramo.”

Mas afinal quem era esta figura do folclore de San Francisco, que teve enterro oficial com cortejo de mais de 20 mil pessoas? Os Cabeças da Notícia da Radio Metrópoles contam a vida de Norton 1°, Imperador dos Estados Unidos nesta quinta-feira (04/02) entre 07H00 e 09H00. Em 104,1 FM em Brasília e região, e pelo aplicativo no mundo todo (incluindo Frisco. Epa, agora são U$ 50 de multa)