“Nem um nem outro”, diz Rollemberg sobre segundo turno presidencial

Rodrigo Rollemberg (PSB) vai manter posicionamento de “independência” na corrida presidencial. Liberado pela legenda, que embarcou na candidatura de Fernando Haddad (PT), o postulante à reeleição ao Governo do Distrito Federal disse, no decorrer do debate promovido pela TV Brasília/Correio, nesta quinta-feira (11/10), que pretende continuar em cima do muro. “Vivemos um momento de radicalização. Tomar um partido seria […]

atualizado 11/10/2018 18:57

Rodrigo Rollemberg (PSB) vai manter posicionamento de “independência” na corrida presidencial. Liberado pela legenda, que embarcou na candidatura de Fernando Haddad (PT), o postulante à reeleição ao Governo do Distrito Federal disse, no decorrer do debate promovido pela TV Brasília/Correio, nesta quinta-feira (11/10), que pretende continuar em cima do muro.

“Vivemos um momento de radicalização. Tomar um partido seria acirrar ainda mais a situação”, afirmou o atual chefe do Executivo local.

Questionado se não iria aderir à campanha de Jair Bolsonaro (PSL) diante dos índices positivos do militar reformado na capital do país, Rollemberg insistiu: “Minha posição é clara: independência. Não vou apoiar nem um nem outro”.

Últimas notícias