Busca

Veja perfil dos 87 infectados pela variante Delta no Distrito Federal

Maior quantidade dos casos confirmados atingiu mulheres, e grande parte dos pacientes tem entre 50 e 59 anos e 20 e 29 anos, segundo o GDF

A Secretaria de Saúde divulgou, nesta segunda-feira (16/8), o perfil dos pacientes infectados pela nova variante Delta da Covid-19, originada na Índia e considerada mais transmissível. O detalhamento ocorreu durante coletiva de imprensa realizada no Palácio do Buriti.

De acordo com o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, dos 87 casos confirmados na capital da República, 53 são mulheres e 34 pertencem ao sexo masculino. Ainda segundo o titular da pasta, a maior incidência é entre as faixas etárias de 50 e 59 anos (22 casos) e de 20 e 29 anos (21 casos). Planaltina continua sendo a cidade com o número mais alto de pacientes infectados pela nova cepa.

“Depois, são pessoas de 40 e 49 anos, que são 15 casos, e de 30 a 39 anos são outros 13. Os outros estão espalhados por diversos grupos etários. Em relação à situação vacinal de todas essas pessoas, do total, 25 estão com esquema completo de vacinação. Outras 17 com o esquema parcial, 39 não estavam vacinadas e quatro não se aplicaram à pesquisa. Outros dois casos estão em investigação”, detalhou.

Segundo Okumoto, desse total, há 25 profissionais de saúde infectados e outras 62 pessoas da população em geral. Desses 87, a evolução para a cura ocorreu em 74 casos. Quatro pessoas ainda seguem internadas e três estão em investigação. Dos seis óbitos registrados, dois foram confirmados como resultado da doença – os demais, em decorrência de outros males paralelos.

“Os pacientes diagnosticados são pessoas que estão, em sua maior parte, fazendo a internação domiciliar e acompanhamento do Centro de Investigação da Vigilância em Saúde da secretaria”, destacou.