*

Crianças têm energia de sobra para gastar. Além das brincadeiras tradicionais, uma forma lúdica de explorar a concentração e o desenvolvimento dos pequenos é inseri-los na rotina da cozinha em casa. Assim, eles podem aprender sobre responsabilidade e nutrição, além de ser uma ajuda esperta na hora de preparar a comida.

Para dar um “empurrãozinho” aos pais e responsáveis, ocasionalmente algumas casas de Brasília oferecem cursos direcionados às crianças. Para o mês de novembro, selecionamos três. Confira uma lista com eles e coloque a criançada para pôr a mão na massa:

Oficina mirim no Resenha

Na terça (21/11), o bar Resenha vai oferecer gratuitamente oficina de cookies com a preparação clássica da receita. O evento é direcionado a crianças a partir dos 4 anos de idade. Os pais devem consumir no bar e permanecer no Resenha durante todo o período da aula.

Inscrições e mais informações sobre horários pelo e-mail oficinamirim@gmail.com.

Divulgação

Pequeno chef no Rubaiyat
No sábado (18/11), o restaurante Rubaiyat traz mais uma edição da oficina Pequeno chef. No workshop gastronômico, crianças de quatro a dez anos vão aprender a importância dos bons hábitos alimentares ainda na infância. De chapéu de cozinheiro e avental, os pequenos fazem os preparos na companhia da nutricionista da casa.

Sábado, 18 de novembro, às 10h30, no Rubaiyat Brasília (SCES Trecho 1, Lote 01A). Inscrições a R$ 40, pelo número 3443-5000.

Divulgação

CasaPark gourmet
O chef Guillaume Petitgas ministrará no sábado (11/11) uma oficina para crianças na praça central do CasaPark. A aula kids faz parte da programação do CasaPark Gourmet que, em sua oitava edição, de 9 a 12 deste mês, apresentará a diversidade de sabores e de preparos da culinária brasiliense. Na ocasião, a meninada terá a oportunidade de aprender a preparar a receita de cookies do cerrado, feitos com castanha de baru.

Sábado, 11 de novembro, às 16h, no CasaPark. Inscrições a R$ 20 pelo site http://gourmet.casapark.com.br/.



 

COMENTE

criançaoficinarubaiyatcasaparkboulangeriebar resenha