Conheça nove canais de gastronomia no YouTube e aprenda receitas

Com o isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus, cozinhar em casa é imperativo e pode ser uma oportunidade de aprendizado

O isolamento social forçado pela pandemia do coronavírus fez com que muita gente unisse a fome à vontade de comer: da noite para o dia, pessoas que comiam fora diariamente passaram a cozinhar em casa. Quem não é muito habilidoso com as panelas pode recorrer ao delivery, tomados os devidos cuidados na hora da entrega. Os que se interessam por cozinha, no entanto, podem enxergar esse momento como uma chance de aprendizado.

Não faltam YouTubers para ensinar como fazer essa ou aquela receita, com vídeos bastante instrutivos sobre manuseio de facas e panificação caseira. É possível aprender muita coisa pela internet, desde a receita para extrair a melhor bebida de sua cafeteira italiana, até a sobremesa mais complexa. Veja alguns conteúdos brasileiros e gringos que podem ajudar quem quer aprender:

Alex, the French guy cooking

Vencedor do Shorty Awards 2019 (uma espécie de Oscar do YouTube), o francês Alex é obcecado por perfeição na cozinha. A proposta é encontrar a maneira mais fácil, rápida e à prova de erro de fazer uma receita complexa – nem que isso implique em usar o sous-vide para garantir a temperatura correta de um bife wellington. A busca pela praticidade aliada a conceitos básicos de ciência fazem com que o canal seja um entretenimento útil: é divertido acompanhar as jornadas do francês e, no caminho, aprender uma coisa ou duas sobre cozinha. Os vídeos são em inglês.

Banquete

Com trilha sonora relaxante e imagens belíssimas, os gaúchos Mariana Moura e Frederico Leonardo Dora apresentam receitas como bolinho de chuva e pudim de leite condensado, mas sempre com dicas que valem ouro. A ideia é apresentar comida que suja bastante louça, dá um pouco de trabalho e, é claro, envolve muita diversão no preparo.

Binging with Babish

O cineasta Andrew Rea lançou o canal em 2016 com o intuito de misturar duas paixões: audiovisual e gastronomia. Ele começou mostrando receitas de séries e filmes famosos, como os canolli de O Poderoso Chefão (1972) e o prato que dá nome ao longa Tomates Verdes e Fritos (1991). Com mais de seis milhões de inscritos, ele alterna os preparos que aparecem na telona e na telinha com receitas básicas, como chili, pães de fermentação natural e macarrão à carbonara. Em inglês.

Bon Appétit

O canal da renomada revista de gastronomia americana é um dos mais famosos do YouTube: cada chef visto nos vídeos carrega consigo uma legião de fãs. Os vídeos podem ser encarados como puro entretenimento, como é o caso da série Gourmet Makes, em que a pâtissier Claire Saffitz tenta reproduzir guloseimas como M&M’s na cozinha de teste da revista. Quem tem o interesse de aprender, no entanto, encontra receitas bem mastigadinhas e séries úteis como a It’s Alive, do chef Brad Leone, que explora o fabuloso mundo da fermentação. Os vídeos têm legenda em inglês.

Dani Noce

A empresária ficou famosa no YouTube por suas receitas audaciosas de sobremesa, mas não aparece cozinhando pela rede há algum tempo: ela passou o bastão (ou o avental) para o marido, Paulo Cuenca, o Bigode. Por ali, os dois testam comidas que chegam no delivery, provam guloseimas e ele dá diversas receitas de doces.

Dulce Delight

A divertida Raiza Costa se dedica, desde 2010, a ensinar técnicas da confeitaria francesa no YouTube. A ideia não é simplificar as receitas, mas explicar o por quê da confeitaria ser tão precisa e cheia de regras – o que rende um resultado sensacional aos preparos. Com bom humor e rigor, ela ensina os confeiteiros caseiros a acertar.

Gastronomismo

A gastrônoma Isadora Becker ganhou a internet reproduzindo receitas de filmes famosos, como Ratatouille (2007) ou a famigerada torta de maçã de American Pie (1999). O tema, é claro, não se esgota, mas ela tem muito mais a mostrar. Por ali, é possível encontrar dicas de técnicas de cozinha, receitas de massas e molhos e vídeos sobre gastronomias diversas, como as do Oriente Médio e da América Latina.

Merenda de Solteiro

Não poderia faltar a prata da casa: o chef André Rochadel tem, no Metrópoles, a série Merenda de Solteiro, na qual ensina preparos da alta gastronomia que podem ser replicados na cozinha de casa, com utensílios básicos. A proposta é não usar instrumentos complexos e as proporções são para quem mora sozinho. A série está na quinta temporada e conta com cerca de 40 receitas no YouTube.

Presunto vegetariano

O canal de receitas veganas e vegetarianas não é atualizado há alguns meses, mas conta com um arsenal de preparos originais e também de adaptações de receitas tradicionais, como hambúrguer, quibe e estrogonofe. É uma boa pedida tanto para quem não come produtos de origem animal, quanto para quem procura receitas com bons índices proteicos.