Em quarentena, chefs conhecidos ensinam receitas pelo Instagram

Cozinheiros do mundo inteiro estão dando aulas virtuais para quem está em isolamento

Pelo mundo inteiro, comércios estão fechando diante da crise gerada pela pandemia do coronavírus. Em países como Itália, Espanha, França e mais recentemente o Reino Unido, a ordem é o lockdown: as pessoas estão proibidas de circular na rua, a não ser que seja para trabalhar ou fazer compras na farmácia e no mercado. Sem a possibilidade de sequer cozinhar para delivery, chefs de todas as partes estão promovendo transmissões ao vivo nas redes, para ensinar os seguidores a cozinhar e também transmitir um pouco de alento.

Um dos primeiros exemplos foi o italiano Massimo Bottura, que está fazendo transmissões ao vivo diariamente em seu perfil do Instagram: a ideia é mostrar o chef cozinhando em casa com a família. As lives acontecem todos os dias, às 20h de Roma (16h de Brasília). Ele também gravou vídeos respondendo perguntas de seguidores.

Diretamente de Brasília, o chef Paulo Tarso, que comanda o restaurante Rubrio, também decidiu compartilhar o que sabe nas redes sociais: com a quarentena, o cozinheiro está disponibilizando pílulas do curso de cozinha que costuma ministrar, em aulas presenciais. Entre as receitas escolhidas, opções simples como bolo de cenoura, omelete, macarrão ao alho e óleo, e, mais recentemente, uma paixão nacional: o bife à milanesa. A cada dois dias, tem novidade no perfil do cozinheiro.

A carismática Paola Carosella não só está realizando entregas dos pratos de seu restaurante, Arturito – as marmitas têm quantidades diárias limitadas, porque são feitas por ela mesma –, como estrela uma série dirigida pelo marido, o fotógrafo Jason Lowe. O Nossa Cozinha foi lançado antes da pandemia do coronavírus, mas pode servir muito bem a quem está sendo desafiado pelas panelas da própria casa.

Chef no Lá da Venda, em São Paulo, Heloisa Bacellar está socorrendo quem se vê perdido entre panelas e temperos. Com a série Sobrevivendo na Cozinha, ela posta receitas diárias de pratos fundamentais à dieta brasileira. Depois do arroz e do feijão, ela ainda ensinou instituições nacionais como farofa, polenta e vagem na manteiga. As dicas podem ser encontradas no site da cozinheira.

A chef Rita Lobo está estrelando aulas sobre gastronomia em seu Instagram: a série, Rita, Help #Coronavírus, é voltada para quem não sabe muito bem o que cozinhar – nem como ser versátil no preparo dos ingredientes. Desde o básico sobre fazer feijão a preparos diferentes com cenoura, a cozinheira se prontificou a ajudar quem está perdido na cozinha.

De quarentena, o chef Renato Carioni, responsável pelo italiano Così, está estimulando os seguidores a ficar em casa – o cozinheiro mostra, todos os dias, receitas que está fazendo durante o período de isolamento social. Do hambúrguer ao frango com legumes, ele procura abraçar dietas diversas, inclusive com preparos veganos. Além disso, o chef incentiva que as pessoas produzam menos lixo, aproveitando preparos e ingredientes de receitas passadas.

A nutricionista Neide Rigo não é chef, mas poderia ser. A cozinheira de mão cheia divulga em seu Instagram o fabuloso mundo da fermentação – da kombucha ao pão de levain. Durante a quarentena, ela, que é casada com um médico, mostra não só os cuidados básicos com a higiene que o casal tem com a nova rotina, mas também receitas que qualquer um pode tentar em casa. Além das deliciosas receitas de pão, ela ensina preparos simples para reaproveitar alimentos feitos em outras refeições: na casa dela, até bolo solado vira farofa doce com banana.

Quem entende bem inglês e gosta de uma bela “jacada” pode comemorar: a confeiteira Christina Tosi, dona do novaiorquino Milk Bar, está fazendo transmissões ao vivo diariamente com receitas de doces. Na véspera da demonstração de cada receita, a cozinheira posta os ingredientes no Instagram para que todos se preparem para a live do dia seguinte, sempre às 15h no horário de Brasília.