10 melhores self-services a quilo de Brasília, segundo o Metrópoles

Não basta servir o feijão com arroz do dia a dia, é preciso oferecer novos sabores e tempero próprio, como fazem as 10 casas listadas abaixo

Restaurantes self-service existem aos montes em Brasília. No entanto, contam-se nos dedos os que conseguem se diferenciar. Afinal, não basta servir, literalmente, o feijão com arroz do dia a dia, é preciso usar a imaginação e oferecer novos sabores ou um tempero próprio, como fazem os 10 listados abaixo.

Na série Metrópoles Indica, selecionamos os serviços de bufê a quilo considerando a variedade da comida, a qualidade dos ingredientes, o frescor mantido nos balcões ao longo do expediente — sim, porque o grande desafio de qualquer self-service é manter a comida atraente depois das 13h — e o ambiente.

Vamos a eles:

Asa Gaúcha
Quem enfrenta o movimento fervido da hora de almoço no local é recompensado, ao fim do balcão, com suculentas carnes saídas da churrasqueira. É o ponto forte da casa, indicada para quem quer experimentar bons cortes sem pagar o preço de um bufê de churrascaria. O quilo custa R$ 56,90 de segunda a sexta, e R$ 59,90 aos sábados.
709 Norte, Bloco E, Loja 56, Asa Norte, 3340-0104. Segunda a sexta, das 11h35 às 14h45; sábado, das 12h às 15h.

A Canttina
A regularidade na qualidade da comida chama a atenção no self-service comandado pela gaúcha Dila Muller. As folhas para a salada são variadas e estão sempre frescas, o feijão tem reconfortante gosto caseiro, a picanha e os peitos de frango (foto acima) feitos na chapa são macios. Além disso, as cubas são repostas com frequência para manter os alimentos quentinhos. O quilo custa R$ 50,90.
Shopping ID, subsolo, Asa Norte, 3037-4737. Segunda a sábado, das 11h às 15h.

Casarão Restaurante
Este self-service, que fica por trás da igrejinha de madeira da Vila Planalto, é bem conhecido não somente pelo farto e variado bufê de boa comida caseira e churrasco, mas também pelo ambiente, com mesas espalhadas sob enormes árvores — convidativo principalmente em dias de sol. Às sextas tem música ao vivo.
Rua da Igreja, Lote 3 | Vila Planalto, 3327-1108.

Chocolat Glacé
O cardápio é criativo, com receitas da cozinha brasileira e internacional, e muda diariamente, sob olhar atento da proprietária, Tânia Aranha. Terças e quintas são os dias de risotos (foto acima), finalizados na hora pelo chef, a pedido do cliente. Aos sábados, tem uma bem preparada feijoada. O quilo custa R$ 74,90.
Setor de Rádio e Televisão Sul, Quadra 701, Brasília Design Center, 3226-2901 e 99646-7632. Segunda a sábado, das 8h30 às 18h.

Comer&Comer
O capricho da cozinha fez desse endereço um ponto tradicional no início do Lago Norte. O serviço costuma ser atencioso e o bufê de sobremesas é tentador para quem for chegado aos doces. Aos sábados, a feijoada é a opção principal do bufê, mas os domingos são especiais, com paella, bacalhoada e salmão no menu. O quilo custa R$ 54 durante a semana, R$ 59 no sábado e R$ 69 no domingo.
SHIN QI 2, 45 (estacionamento do Pão de Açúcar), Lago Norte, 3468-1903. Terça a domingo, das 10h às 15h30.

Don Durica Beira Lago
As grandes filas que se formavam na calçada do restaurante da 115 Sul impulsionaram a expansão do Don Durica. Hoje são quatro unidades. A da Beira Lago é a melhor de todas, porque soma à boa comida o ambiente amplo e arejado, voltado para o Lago Paranoá. As outras lojas ficam na 201 Norte e na 409 Sul. Segunda a sexta, o quilo custa R$ 71, sábado, domingo e feriados, R$ 76,90.
Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 1, Conjunto 1, Lote 7, sede da Assefe, 3443-5296. Segunda a sexta, das 12h às 15h30; sábados, domingos e feriados, das 12h às 16h.

Fogão de Pedra
Um dos melhores lugares onde comer a culinária mineiro-goiana em Brasília é este self-service que fica um pouco escondido na Vila Planalto. Dispostas em um balcão de pedra (foto acima), em panelas de ferro, encontram-se receitas que vão do quiabo sequinho, sem baba, à linguiça apimentada, galinhada e outras especilidades típicas. Com direito a doce de leite e cachacinha de complemento. Quilo a R$ 53,90.
Rua da Praça, Acampamento Rabelo, S/N, Conjunto 14, Vila Planalto,3306-2005. Segunda a domingo, das 11h30 às 15h.

Restaurante Happy House
Pra falar a verdade, o melhor deste restaurante coreano, localizado na Praça da Alimentação do Venâncio, são os pratos à la carte. Mas o tempero usado nas receitas típicas da Coreia acaba escapando para os preparos do bufê self-service. Desse cruzamento de culinárias brasileira e asiática resulta uma comida muito saborosa.
Praça de Alimentação do Shopping Venâncio (Setor Comercial Su), 33220177. Segunda a sexta, das 11h às 19; dsábado, das 11h às 18h. 

Mangai
Originário de João Pessoa, o Mangai consegue manter na filial brasiliense as mesmas qualidades que fizeram a matriz se tornar uma atração turística obrigatória na capital paraibana. Comida nordestina saborosa. A carne de sol e o arroz de queijo podem ser acompanhados por um refrescante suco de cajá e finalizada com a cartola. No almoço, o quilo custa R$ 69,90 – cai para R$ 68,90 no jantar.
Setor Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, Conjunto 26, 3252-0156. Segunda a quinta, das 12h às 15h e das 18h às 22h; sexta e sábado, das 12h às 22h; domingo, das 11h às 21h.

Taioba do Setor Comercial
Tem unidades também na 404 Sul e no Setor Hoteleiro Norte, mas a do SCS é antiga e um dos melhores restaurantes tanto daquela agitada área quando da própria rede. Seja pela qualidade da comida quanto pelo salão amplo, arejado e relativamente tranquilo. Oferece pratos que variam de acordo com o dia da semana, seja um filé au poivre, às terças, ou uma comida baiana na quinta, por exemplo. O quilo custa R$ 51.90.
Quadra 1, Bloco M, Edifício Gilberto Salomão; 3033-3793. Segunda a sexta, das 11h30 às 21h.