Caseiro, amarelão… Onde se encaixam os árbitros do Brasileirão?

Descubra em números quem foi o juiz que mais apitou faltas, mais deu cartões, menos recorreu ao VAR, entre outras estatísticas

Amilcar Orfali Orfali/Getty Images

atualizado 02/01/2020 13:04

A arbitragem foi um dos grandes destaques do Campeonato Brasileiro 2019. O VAR foi a novidade que interferiu muito na maneira de o árbitro em campo comandar a partida. O que não faltou foi polêmica. Torcedores ficaram na bronca, alguns acharam que juízes marcaram tudo para o time da casa, outros reclamaram do rigor exagerado e houve até protestos contra o abuso de cartão.

Mas vamos deixar o achismo de lado e descobrir por meio dos números qual foi o árbitro mais “caseiro”? Qual foi o melhor árbitro para o visitante? Qual deu mais amarelos, mais vermelhos e mais pênaltis?

Confira essas e outras estatísticas da arbitragem no Brasileiro desse ano:

O mais “caseiro”
Qual foi o árbitro que mais deu sorte aos mandantes?
Flávio Rodrigues de Souza, 81% de aproveitamento de pontos dos mandantes

O menos “caseiro”
Qual foi o árbitro que mais deu sorte aos visitantes?
Jean Pierre Gonçalves Lima: 55% de aproveitamento de pontos do visitante

Apita tudo
Qual árbitro mais marcou faltas?
Rodrigo D’Alonso Ferreira, média de 34 faltas por jogo

Segue o jogo
Qual árbitro marcou menos faltas?
Raphael Claus: Média de 25,3 faltas por jogo.

Yellow friday
Qual árbitro mais distribuiu cartões amarelos?
Rafael Traci: média de 6,1 por jogo

Levou na conversa
Qual árbitro distribuiu menos cartões amarelos?
Luiz Flavio de Oliveira: média de 2,8 por jogo

Vai para o chuveiro mais cedo
Qual árbitro mais mostrou o cartão vermelho?
Rodrigo D’Alonso Ferreira: média de 0,4 vermelho por jogo

Na próxima é vermelho
Qual árbitro menos mostrou o vermelho?
Caio Max: nenhum vermelho aplicado

Deixa rolar
Qual árbitro mais deixou o jogo rolar?
Maior média de bola rolando: Rafael Claus (58,8%)

Pode parar
Qual árbitro mais parou o jogo?
Menor média de bola rolando: Ricardo Marques (50,84%)

Olha o VAR
Qual árbitro mudou de decisão mais vezes com o VAR, sem contar o impedimento?
Anderson Daronco e Dewson Freitas: 8 mudanças de decisão pra cada um.

Nem me chama
Qual árbitro menos mudou de decisão com o VAR?
Caio Max: nenhuma mudança. Mas ele foi teimoso pelo menos umas três vezes em que o VAR o chamou. “Fez birra” e não quis mudar sua decisão de campo, claramente errada.

Caiu na área é pênalti
Qual árbitro mais marcou pênalti?
Rafael Claus: média de 0,47 pênalti por jogo.

Levanta que não foi nada
Qual árbitro menos marcou pênaltis?
Caio Max: média de 0,06 pênalti por jogo.

Amilcar Orfali/Getty Images

Agora vamos fazer um raio-x do árbitro que foi eleito o melhor do campeonato.
Nome: Wilton Pereira Sampaio
Idade: 37 anos
Origem: Teresina-GO
Profissão: professor de Educação Física
CBF: desde 2003
FIFA: desde 2012
Série A: 182 jogos
Jogos Brasileirão 2019: 17
Média de faltas no Brasileiro: 29
Média de cartões amarelos: 4,7
Média de vermelhos: 0,12
Média de bola rolando: 56,8%
Pênaltis marcados: 6
Mudanças de decisão com VAR: 5

Esses foram os nomes dos árbitros que nessa temporada foram 8 ou 80. Mas vale lembrar que tudo depende do jogo e do grau de dificuldade. Alguma das vezes quem não colabora são os jogadores, aí não tem jeito, o árbitro precisa se adaptar ao jogo e ao que ele pede.

Últimas notícias