Seleção Brasileira de vôlei estreia em Mundial e busca tetracampeonato

Brasil encara a Cuba na primeira rodada da fase de grupos, adversário que não encontra em quadra há 12 anos

Nat Coutinho
Compartilhar notícia

O Campeonato Mundial de Vôlei Masculino de 2022 começa nesta sexta-feira (26/8) e será realizado na Polônia e Eslovênia. O Grupo B, que conta com o Brasil, Cuba, Japão e Catar, disputará a primeira etapa em Liubliana, na Eslovênia.

Com 24 seleções dividas em seis grupos, as duas melhores equipes de cada chave avançam para a próxima etapa, além dos quatro melhores terceiros colocados. Assim, os times avançam para a fase mata-mata, quando acontecerão as oitavas de final, quartas, semis e, enfim, a grande final, que será realizada no dia 11 de setembro, na Polônia.

Reencontro com cubanos

Em busca do quarto título mundial, o Brasil estreia na competição já nesta sexta contra Cuba.

Esse foi o mesmo confronto da final do campeonato de 2010, quando a Seleção Brasileira conquistou seu tricampeonato. Apesar das inúmeras mudanças que aconteceram nesses 12 anos, uma delas ganha destaque: o ponteiro Yoandy Leal, que joga pelo Brasil atualmente, estava do outro lado da rede naquela decisão.

Após a tentativa falha de acabar com a hegemonia brasileira naquele ano, o cubano veio atuar no Brasil, pelo Cruzeiro, e acabou mudando os rumos da história do vôlei do país e mundial. A boa adaptação ao país fez com que Leal enfrentasse um processo extenso para que pudesse defender a Seleção.

Agora, o confronto de estreia também marca o reencontro de um dos principais atletas do elenco brasileiro com os jogadores de seu país de origem.

Cuba conseguiu se reformular no esporte e começou a se reerguer no cenário do vôlei mundial recentemente. Nos últimos meses, contando com reforços que atuam internacionalmente, como a estrela Robertlandy Simón, central do clube italiano Piacenza, o país conquistou os títulos da Norceca Final Four, Copa Challenger e Copa Pan-Americana de maneira invicta. A segunda taça também rendeu uma vaga para disputar a Liga das Nações em 2023.

Apesar de não se enfrentarem há muito tempo, o confronto conhecido traz de volta grandes emoções que envolvem o tradicional clássico do vôlei mundial.

Mais informações

Grupos definidos

Grupo A: Ucrânia, Sérvia, Tunísia e Porto Rico
Grupo B: Brasil, Cuba, Japão e Catar
Grupo C: Polônia, Estados Unidos, México e Bulgária
Grupo D: França, Eslovênia, Alemanha e Camarões
Grupo E: Itália, Canadá, Turquia e China
Grupo F: Argentina, Irã, Holanda e Egito

Programação

1ª rodada: 26/8 (sexta-feira) – 6h – Brasil x Cuba
2ª rodada: 28/8 (domingo) – 9h – Brasil x Japão
3ª rodada: 30/8 (terça-feira) – 6h – Brasil x Catar

Todas as partidas do Brasil serão transmitidas pelo SporTV, assim como jogos dos principais rivais da Seleção.

Compartilhar notícia
Sair da versão mobile