Lucarelli Brasil vôlei

Vôlei masculino: Brasil toma susto, mas se recupera e vira sobre os EUA

Com esta vitória, a equipe brasileira assume a 2ª colocação do Grupo B do vôlei masculino em Tóquio-2020, ficando mais perto das quartas

atualizado 30/07/2021 1:46

Lucarelli Brasil vôleiToru Hanai/Getty Images

A Seleção Brasileira masculina de vôlei voltou a vencer na madrugada desta sexta-feira (30/7) diante dos Estados Unidos, por 3 sets a 1, depois de sair perdendo o set inicial. As parciais foram: 30 x 32, 25 x 23, 25 x 21 e 25 x 20.

Com esta vitória, a equipe brasileira assume a 2ª colocação do Grupo B do vôlei masculino em Tóquio-2020, ficando mais perto da classificação para as quartas de final.

O Brasil só entrou no jogo depois que os americanos abriram 5 x 0. O ataque brasileiro não estava entrando na quadra dos adversários e os Estados Unidos foram bem tanto na defesa quanto no ataque, aproveitando o apagão inicial da Seleção. Depois do susto, a equipe canarinho acordou, conseguiu encostar no placar e assumir a frente com o brilho de Leal, ace de Wallace e força de Lucarelli, 10 x 8.

A Seleção se manteve superior no marcador até a marca dos 16 pontos, quando os americanos viraram para 17 x 16. Ponto a ponto, os Estados Unidos seguiu à frente até o 23º ponto. O Brasil fez 24 x 23 e teve o primeiro set-point da partida, mas os adversário empataram na sequência. Depois de quatro set-points para cada lado, os americanos fecharam o primeiro set muito acirrado, em 32 x 30.

No segundo set, o time de Renan Dal Zotto já estava mais esperto e a disputa foi mais equilibrada, até o Brasil abrir vantagem de quatro pontos, 13 x 9, mas que não durou muito tempo. Logo a igualdade voltou a tomar conta da partida com a recuperação norte-americana. A Seleção chegou a fazer 22 x 18, viu os Estados Unidos encostarem e o enredo dos pontos finais do primeiro set se repetir, mas Allan não deixou a decisão se prolongar demais e cravou 25 x 23, 1 x 1 no geral.

Apesar do equilíbrio ainda em evidência na primeira metade da terceira parte, o Brasil foi superior do 5º ponto em diante, com brilho de Lucarelli, se manteve à frente do início ao fim, e fechou em 25 x 21, virando para 2 x 1.

No quarto set, o preparo mental, a concentração e a confiança brasileira, fizeram a Seleção ter o desempenho que a torcida está acostumada a ver, chegando a abrir cinco pontos de vantagem, aos 17 x 12. Os americanos encurtaram a diferença, mas não impediram a terceira vitória do Brasil nesta Olimpíada. Fim de set: 25 x 20, 3 x 1 para os brasileiros.

Vídeos
Últimas notícias