Jorge Fonseca

Bronze no judô, português alfineta Adidas e Puma: “Disseram que eu não tinha capacidade”

"Já mostrei que sou bicampeão do mundo, terceiro nos Jogos Olímpicos, qual estatuto mais eu preciso?", questionou Jorge Fonseca

atualizado 29/07/2021 22:46

Jorge FonsecaChris Graythen/Getty Images

O judoca Jorge Fonseca venceu medalha de bronze para Portugal na categoria até 100kg nos Jogos de Tóquio-2020, nesta quinta-feira (29/7), e fez questão de mandar um recado para duas grandes marcas esportivas que disseram que ele não tinha capacidade para representá-las.

“Vou dedicar a medalha para Adidas e Puma. Porque me disseram que eu não tinha capacidade para ser representante da Puma, então eu dedico essa medalha para os dirigentes de Puma e Adidas. Já mostrei que sou bicampeão do mundo, terceiro nos Jogos Olímpicos, qual estatuto mais eu preciso ter para ser patrocinado por eles? Essa medalha eu dedico para eles e um grande beijinho. Força, Portugal!”, disse o português.

Fonseca se tornou o terceiro judoca de seu país a ganhar uma medalha olímpica, a 25ª conquista portuguesa na história das Olimpíadas. Aos 28 anos, ele era o grande favorito à medalha de ouro, mas sentiu cãibra na mão durante a semifinal e perdeu a vaga na final para o sul-coreano Cho Gul-Ham, que ficou com a prata.

“Sou bicampeão do mundo, eu trabalho para o ouro, não para o bronze. Vou trabalhar para o ouro em Paris”, garantiu Jorge.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias