Mais um lutador iraniano é condenado a enforcamento sob lei de talião

Mehdi Ali Hosseini, 29 anos, terá o mesmo destino de Navid Afkari, enforcado em setembro do ano passado

atualizado 10/01/2021 19:48

Mais um lutador iraniano condenado por homicídio será executado por enforcamento no Irã. Mehdi Ali Hosseini, 29 anos, enfrentará a lei de talião após decisão da família do homem morto pelo atleta em uma briga, em 2015.

Hosseini terá o mesmo destino de Navid Afkari, outro lutador iraniano, enforcado em setembro do ano passado. Ele foi julgado e obteve duas sentenças de morte — uma pelo assassinaot de um funcionário público durante as “revoltas” de 2018 contra o regima do Irã; a outra sentença foi dada por “ofensas a Deus”. A família de Afkari afirmou que a confissão do lutador foi obtida sob tortura.

De acordo com o jornal Marca, a família da vítima morta pelo lutador não concordou com o perdão, que foi solicitado, entre outros, pelo campeão olímpico greco-romano em Londres 2012, Hamid Surian, atual vice-presidente da Federação Iraniana de Luta Livre.

Organizações como a União Nacional para a Democracia no Irã e a plataforma de atletas globais exigem sanções do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da União Mundial de Luta Livre (UWW) para o Comitê Olímpico Iraniano que impeçam o país de competir internacionalmente.

Vídeos
Últimas notícias